SP deve voltar à fase laranja quando ocupação estiver em 75%, avalia secretária

Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen falou à CNN sobre o retorno da fase vermelha no estado

Produzido por Layane Serrano, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O estado de São Paulo volta à fase vermelha do plano de combate à Covid-19 nesta segunda-feira (12). Com taxas de ocupação dos leitos de UTI acima dos 80%, a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, avalia que o retorno à fase laranja, que permite maiores flexibilizações, deve acontecer somente com a maior disponibilidade de leitos de terapia intensiva.

“Assim que tivermos uma ocupação de leitos mais estável, mais segura, que nos permita a dar o próximo passo na flexibilização, isso será realizado”, afirmou, em entrevista à CNN. “Começamos a redução de internações, mas a taxa está entre 88% e 89% em todo o estado. [Para passar] à fase laranja, é 75% de ocupação. Indo agora para a fase vermelha, voltamos para o plano São Paulo, em que regiões com avanços mais rápidos podem ter flexibilização acelerada também”, completou.

A secretária ainda ressaltou os números positivos obtidos com a fase emergencial. “Tivemos uma segunda onda agora com pico que é mais que o dobro que a primeira. Mas ficou claro, duas semanas depois do início da fase emergencial, que revertemos uma curva que estava se acelerando nas internações.”

Fase vermelha

A fase vermelha, válida para todo o estado de São Paulo, vigora até o dia 18 de abril, próximo domingo. Entre as principais alterações, as lojas de materiais de construção, que tiveram o funcionamento suspenso na fase emergencial, poderão reabrir, desde que respeitados os protocolos sanitários. Escolas também poderão funcionar com 35% dos alunos presenciais.

Para comércios e o setor de alimentação, também volta a ser permitido o serviço de retirada (take away), incluindo restaurantes, shoppings e lojas em geral. Jogos de futebol e outros esportes profissionais foram retomados antes do início da mudança de fase (no último sábado, 10).

Famílias enfrentam grandes dívidas ao procurarem leitos de UTI em SP
Apesar da diminuir números, ocupação de UTIs por Covid-19 segue acima dos 80% em São Paulo
Foto: Reprodução/CNN Brasil

 

Mais Recentes da CNN