SP prevê vacinação de toda a população até fim de outubro; veja calendário

Governo divulgou previsão com todas as faixas etárias

Anna Satie, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (2) que irá vacinar toda a população do estado contra Covid-19 até o dia 31 de outubro. 

A vacinação de pessoas com comorbidades e deficiência permanente de 18 a 29 anos foi anunciada para próxima segunda (7), e a de profissionais da educação de 45 e 46 anos foi antecipada para a próxima quarta-feira (9).

Uma projeção de calendário foi divulgada, com a previsão de vacinação de todos os grupos etários. Veja:

Junho

  • 2/6: Pessoas com deficiência permanente e comorbidades (30 a 39 anos)
  • 7/6: Pessoas com deficiência permanente e comorbidades (18 a 29 anos)
  • 9/6: Trabalhadores da educação de 45 e 46 anos

Julho

  • 1 a 20/7: 55 a 59 anos
  • 21 a 31/7: Profissionais da educação de 18 a 44 anos 

Agosto

  • 2 a 16/8: 50 a 54 anos
  • 17 a 31/8: 45 a 49 anos

Setembro

  • 1 a 10/9: 40 a 44 anos
  • 11 a 20/9: 35 a 39 anos
  • 21 a 30/9: 30 a 34 anos 

Outubro 

  • 1 a 10/10: 25 a 29 anos
  • 11 a 31/10: 18 a 24 anos

O governador do estado, João Doria (PSDB), já havia adiantado a informação em publicação nas redes sociais. 

A coordenadora do Plano Estadual de Imunização, Regiane de Paula, afirmou que o coronograma foi feito com base nas entregas de doses previstas pelo Ministério da Saúde e que consideraram até uma possível redução, como já aconteceu outras vezes. 

“Temos certeza que, se a entrega for feita de acordo com aquilo que está projetado pelo Ministério e até com uma possível redução de doses, poderemos completar o calendário vacinal e vacinar todos os brasileiros que moram em São Paulo acima de 18 anos até o final de outubro”, disse. 

Aplicação de vacina contra Covid-19 em São José dos Campos, São Paulo
Aplicação de vacina contra Covid-19 em São José dos Campos, São Paulo
Foto: Lucas Lacaz Ruiz/Estadão Conteúdo (2.jun.2021)

Vacinação de menores de idade

Apesar da vacina da Pfizer já ter sido aprovada para vacinar menores de 18 anos em outros países, Regiane explicou que, em território nacional, não há nenhum imunizante contra Covid-19 aprovado para aplicação nessa população. 

Ela disse que, a medida que outras vacinas forem chegando e se a Anvisa autorizar, esse grupo poderá ser incluído. “Se ocorrerem mudanças, traremos oportunamente”, falou. 

Dia D

Regiane anunciou que será realizado um “Dia D” da vacinação neste fim de semana, para completar o esquema vacinal daqueles que não retornaram para tomar a segunda dose. De acordo com ela, essas pessoas somam 444 mil no estado

Ela disse que será feita uma grande ação, com o governo estadual apoiando os municípios, para que esses paulistas sejam completamente imunizados. 

A segunda dose da vacina do Butantan deve ser aplicada em 28 dias após a primeira. Da Pfizer e Astrazeneca, em até 12 semanas. 

Mais Recentes da CNN