Paciente infectado com a cepa da Índia é intubado no Maranhão, diz secretaria

Secretaria da Saúde do Maranhão confirmou piora no quadro de saúde de um dos pacientes infectados com a cepa da Covid que teve origem na Índia

Monitoramento da cepa que teve origem na Índia (21 de maio de 2021)
Monitoramento da cepa que teve origem na Índia (21 de maio de 2021) Foto: Reprodução / CNN

Tamires Vitorio e Evelyne Lorenzetti, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A secretaria da Saúde do Maranhão confirmou neste domingo (23) à CNN que um dos 6 pacientes infectados com a variante da Índia do novo coronavírus foi intubado após uma piora em seu quadro. 

A presença da nova cepa, a B.1.617.2, foi descoberta no Brasil na quinta-feira (20), quando 6 casos foram detectados entre 24 tripulantes do navio MV Shandong Da Zhi, que veio da China.

Segundo o Secretário de Saúde do estado, Carlos Eduardo Lula, os pacientes restantes devem ser testados ainda neste domingo “para se entender como está sendo a contaminação”. Todos os tripulantes permanecem no navio, exceto o que foi hospitalizado em São Luís. 

Ainda de acordo com o secretário, a equipe médica que atendeu a tripulação se deslocou por via aérea, foi testada antes e depois da ação e permanece em isolamento.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), disse em entrevista à CNN no sábado (22) que não há indicativo de transmissão local da cepa.

Na última semana, o governo federal decidiu proibir voos internacionais com origem ou passagem pela Índia, país que enfrenta uma crise decorrente de uma alta recorde de casos e mortes por Covid-19. 

A proibição se soma a restrições da mesma natureza relativa a voos do Reino Unido, Irlanda do Norte e África do Sul. 

*Com informações de Rafaela Lara, da CNN, em São Paulo

Mais Recentes da CNN