União Química envia à Anvisa pedido de uso emergencial da Sputnik V no Brasil

Anvisa tem um prazo estimado de dez dias para analisar o pedido

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

O laboratório União Química e o Fundo de Investimento da Rússia, responsáveis pela vacina Sputnik V, pediram autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso emergencial do imunizante no Brasil. 

A Anvisa tem um prazo estimado de dez dias para analisar o pedido e os documentos enviados que comprovam a eficácia da vacina. 

A Sputnik V já está sendo utilizada em outros países, e o laboratório informou que a entrada do pedido adiantaria o processo. No entanto, a vacina ainda não chegou à fase três de testes de eficácia e de segurança aqui no Brasil. 

A União Química afirmou que, se o uso for autorizado, ela terá condições de fornecer 10 milhões de doses ainda no primeiro trimestre de 2021. 

Mais Recentes da CNN