Vacinação contra gripe para indígenas em aldeias é antecipada

Campanha terá início nesta quarta-feira (16) e contemplará indígenas a partir de seis meses de idade; índios de áreas urbanas estão fora

Crianças indígenas da etnia no guarani, no Rio de Janeiro
Crianças indígenas da etnia no guarani, no Rio de Janeiro foto-marcelo-casal-jr-agencia-brasil

Giovanna Bronze

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A campanha de vacinação contra Influenza foi antecipada para os povos indígenas e começa nesta quarta-feira (16); porém, apenas os moradores de aldeias estão no cronograma. A medida foi uma recomendação do Ministério Público Federal para proteger a saúde dos povos indígenas durante a pandemia de COVID-19. 

De acordo com o Ministério da Saúde, as equipes de vacinação também entrarão nas aldeias para adotar as medidas de prevenção e controle do coronavírus em todos os 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas do país, que respondem para a Secretaria Especial de Saúde Indígena, integrante da pasta.

Segundo Robson Silva, secretário Especial de Saúde Indígena, todos os indígenas que vivem em aldeias e com mais de 6 meses de idade serão vacinados. A vacina Influenza Trivalente que será aplicada possui Influenza Tipo A (H1N1)pdm09, Influenza Tipo A (H3N2) e Influenza Tipo B (Victoria) em sua composição.

Quando perguntado se os indígenas que moram em áreas urbanas também serão beneficiados pela antecipação da campanha, o Ministério da Saúde compartilhou o comunicado em que o secretário diz que apenas moradores aldeados terão a vacinação no dia 16.

Mais Recentes da CNN