Vacinação e variante Gama podem estar barrando a Delta no país, diz Butantan

A variante Delta já é a dominante em todo o mundo, sendo identificada em quase 90% das amostras sequenciadas

*Produzido por Vinícius Tadeu, da CNN em São Paulo

Ouvir notícia

O avanço da vacinação e própria variante Gama (P.1.) podem estar barrando a disseminação da Delta no país. A avaliação é da diretora do Centro de Desenvolvimento Científico (CDC) do Instituto Butantan, Sandra Coccuzzo Vessoni. 

“Alguns municípios chegam a ter 100% dos casos positivos relacionados a P.1, o que faz a Delta encontrar essa primeira barreira”, explicou Vessoni, em entrevista à CNN, sobre essa disseminação mais lenta.

“Uma segunda barreira extremamente importante é a própria vacinação.”

Apesar disso, a diretora do CDC afirmou que o Butantan segue monitorando a situação no estado de São Paulo, justamente para confirmar essa hipótese que estaria freando a disseminação da cepa identificada pela primeira vez na Índia. 

Opas

O novo relatório epidemiológico da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) revelou que a variante Delta já é a dominante em todo o mundo, sendo identificada em quase 90% das amostras sequenciadas.

O documento alerta para o aumento de casos e internações por Covid-19, fato também já apontado no Brasil por instituições como a Fiocruz, por conta da alta transmissibilidade da cepa. 

Atualmente, a Delta está presente em 135 países, 22 deles nas Américas. Devido ao rápido avanço da cepa originária da Índia, a Opas recomendou a revisão dos planos de combate ao Sars-Cov-2 e a preparação dos governos para uma possível alta no número de hospitalizações, incluindo necessidade de terapia intensiva com suporte, como hemodiálise. 

*supervisionado por Elis Franco

 (Publicado por Sinara Peixoto)

Mais Recentes da CNN