Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Vegano, vegetariano e flexitariano: conheça a diferença entre as dietas

    A redução, ou eliminação completa de produtos de origem animal da alimentação, ficou em alta com a presença de participantes veganas no BBB24

    Verduras e legumes são parte da dieta vegana
    Verduras e legumes são parte da dieta vegana Maria Korneeva/Getty Images

    Nicoly Bastosda CNN

    São Paulo

    Na manhã desta terça-feira (9), o BBB24 pautou uma discussão sobre veganismo entre os participantes. A cantora Wanessa Camargo e a modelo Yasmin Brunet são adeptas da dieta vegana e, por isso, precisam de uma alimentação diferente no programa.

    Wanessa já declarou que não sabe cozinhar e que faz no máximo uma omelete, mas que não vai fazer por “questão de ética”.

    Já Yasmin é dona de uma marca de produtos de beleza cruelty-free (de produtos que são feitos sem testes em animais), algo alinhado com a filosofia do veganismo.

    Durante a preparação do almoço, o brother Davi sugeriu colocar linguiça no feijão, mas foi impedido pela sister Leidy, que enfatizou o fato de Wanessa ser vegana e não poder comer. Ele, por sua vez, demonstrou dúvida sobre o termo: “Vegano é o que?”.

    Leidy respondeu que pessoas que optam por uma dieta vegana não comem nada de carne e sugeriu separar o feijão da cantora.

    O que é o veganismo?

    De acordo com a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), o veganismo é um movimento “em que seus adeptos evitam, na medida do possível e do praticável, excluir todas as formas de exploração e crueldade contra os animais – seja na alimentação, vestuário ou outras esferas do consumo”.

    Vegetarianismo e flexitarianismo

    Diferente do veganismo, o vegetarianismo consiste na retirada de produtos de origem animal da esfera alimentar, sem impactar no vestuário ou outras esferas do consumo. No Brasil, 14% da população se declara vegetariana, segundo pesquisa do IBOPE Inteligência conduzida em abril de 2018.

    De acordo com a SVB, o vegetarianismo pode ter algumas vertentes dentro da sua dieta. São elas:

    • Ovolactovegetarianismo: quem utiliza ovos, leite e laticínios na alimentação
    • Lactovegetarianismo: quem utiliza leite e laticínios na sua alimentação
    • Ovovegetarianismo: utiliza ovos na sua alimentação
    • Vegetarianismo estrito: não utiliza nenhum produto de origem animal na sua alimentação

    A dieta vegana pode impactar até mesmo a recusa no processo de preparação dos alimentos de origem animal, como é o caso de Wanessa.

    Já os flexitarianos compõe uma parcela das pessoas que não é vegano nem vegetariano, e que consome proteína de origem vegetal, por exemplo, ou cosméticos que não foram testados em animais. A diferença da dieta está na frequência com que o consumo é feito.

    Flexitarianos são pessoas que reduziram o consumo de proteína animal, mas que não eliminaram completamente. O termo vem de “flexível” e “vegetariano”.

    Em fevereiro de 2021, a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), encomendou uma pesquisa a ser feita  pelo Ipec (Inteligência em Pesquisa e Consultoria — o antigo Ibope Inteligência aqui no Brasil), em que constatou-se que em todas as regiões brasileiras e independente da faixa etária, 46% dos brasileiros já deixam de comer carne, por vontade própria, pelo menos uma vez na semana.

    Com informações de Giovanna Bronze, da CNN.