Golpistas criam aplicativos falsos do auxílio emergencial; 500 mil instalaram

A instalação de aplicativos do tipo pode servir de mecanismo para que criminosos tenham acesso a dados pessoais e bancários

Da CNN, em São Paulo
08 de abril de 2020 às 16:21 | Atualizado 09 de abril de 2020 às 21:32

Golpistas têm se aproveitado da busca por informações sobre o pagamento do auxílio emergencial para disseminar aplicativos falsos. Segundo a empresa de segurança Apura Cybersecurity Inteligence, ouvida pela CNN, nesta quarta-feira (8), pelo menos dois apps fraudulentos foram identificados e tiveram, juntos, 500 mil downloads.

A instalação de aplicativos do tipo pode servir de mecanismo para que criminosos tenham acesso a dados bancários e invadam, por exemplo, a câmera do celular dos usuários enganados a fim de fazer registros privados. Quem explica isso à CNN é Mauricio Paranhos, diretor de operações da Apura Cybersecurity Inteligence. 

"Nome, CPF e mais são informações pessoais que vão ser entregues de bandeja para o golpista aplicar um golpe lá na frente utilizando aqueles dados", esclarece. "A segunda coisa é que, ao instalar um aplicativo, você concede acesso a várias funcionalidades do telefone que ele pede, então o atacante pode gravar aquele conteúdo --uma conversa com a família ou reunião de trabalho-- e vazar posteriormente", acrescenta.

A recomendação dele é: "Recebeu aquele link [suspeito], não dissemine e não clique. Ficou interessado naquela informação? Busque na fonte".

Além dos golpes com aplicativos, sites também têm sido usados para enganar os interessados no benefício emergencial. Dados do DFNDR, laboratório da startup de segurança digital PSafe, apontaram que algumas tiveram 6,7 milhões de compartilhamentos e acessos em todo o país.

Nesta quarta, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, informou que a Abin (Agência Brasileira de Inteligência) e a Polícia Federal derrubaram várias páginas falsas que promoviam cadastro ilegal do auxílio emergencial. Segundo ele, 4 milhões de pessoas teriam acessado esses sites e 170 mil informaram dados pessoais.

Vale ressaltar que o site para o cadastro no auxílio emergencial é https://auxilio.caixa.gov.br/. Para mais informações sobre como baixar e usar o aplicativo oficial, cujo nome é CAIXA - Auxílio Emergencial, veja o tutorial aqui.

Caixa lança aplicativo para auxílio emergencial
Foto: CNN Brasil