25 anos após Kasparov: veja em que a inteligência artificial já superou humanos

Entre 1996 e 2021 muitas novas tecnologias de inteligência artificial invadiram nossos cotidianos: de assistentes de casa aos carros da Tesla

Luana Franzão*, da CNN, em São Paulo
10 de fevereiro de 2021 às 05:00
Garry Kasparov foi derrotado em uma partida de xadrez pelo computador Deep Blue em 1996
Foto: Divulgação/Game Over: Kasparov and The Machine

No dia 10 de fevereiro de 1996, há exatos 25 anos, o enxadrista Garry Kasparov, tido por alguns como o maior de todos os tempos, perdia uma partida de xadrez para o supercomputador da IBM Deep Blue, em um desafio épico entre homem e máquina que marcou a superioridade inédita da inteligência artificial contra um humano no jogo.

Apesar de ter perdido o primeiro jogo, Kasparov acabou vencendo a máquina no restante das partidas, mas o fato chamou a atenção do público ao redor do mundo para o potencial da inteligência artificial em superar os humanos no xadrez e em diversas outras atividades. 

A ideia de inteligência artificial e do desenvolvimento exponencial da tecnologia ainda eram novas na década de 1990 e deixaram muitos intrigados pela questão. Por essa razão, foram criados diversos embates diretos entre homens e máquinas, como este entre o campeão mundial de xadrez e o computador da IBM.

Depois de ter surpreendido a humanidade há décadas, atualmente a inteligência artificial - ou simplesmente IA - faz parte da vida cotidiana e substitui seres humanos em diversas tarefas.

Confira alguns exemplos da rotina nos quais as máquinas já superam os seres humanos:

(*Sob supervisão de Daniel Fernandes)