Helicóptero da Nasa compartilha primeira foto colorida da superfície de Marte

A aeronave Ingenuity tem um novo voo marcado para este domingo (25)

Ashley Strickland, da CNN
23 de abril de 2021 às 20:22 | Atualizado 23 de abril de 2021 às 21:34
Helicóptero em Marte compartilha a primeira foto aérea colorida
Foto: Reprodução/Nasa

O helicóptero Ingenuity capturou a primeira imagem colorida de 5,2 metros acima da superfície de Marte durante o segundo voo da aeronave, realizado nesta quinta-feira (22). O helicóptero da Nasa tem um terceiro voo agendado para este domingo (25).

A aeronave voou de forma autônoma por 52 segundos durante o segundo voo e subiu 4,9 metros através da atmosfera de Marte. Após pairar, o helicóptero se inclinou em um ângulo de 5 graus e se moveu lateralmente por 2,1 metros.

O Ingenuity pairou no local novamente para realizar três voltas. Isso permitiu que a câmera colorida do helicóptero captasse imagens de ângulos diferentes. Durante o primeiro voo, em 19 de abri, a aeronave captou apenas fotografias em preto e branco.

A imagem colorida foi compartilhada nesta sexta-feira pela Nasa e é a primeira tirada por veículo aéreo em solo marciano. Em ambos os lados da imagem, podem ser vistos pontos de aterrissagem de duas das quatro pernas do helicóptero.

A sombra do helicóptero na superfície de Marte pode ser vista na parte inferior da imagem.

Helicóptero Ingenuity, da Nasa, fez primeiro voo sobre Marte nesta segunda-feira
Helicóptero Ingenuity, da Nasa, fez primeiro voo sobre Marte nesta segunda-feira (19)
Foto: Reprodução/CNN Brasil

A vista da perspectiva do helicóptero revela rastros feitos pelo rover Perseverance quando ele inicialmente depositou o helicóptero no meio de seu campo de aviação, agora conhecido como Campo dos irmãos Wright.

Também há um vislumbre do horizonte marciano nos cantos superior direito e esquerdo da foto.

A equipe que comanda o helicóptero acredita que esta imagem ajuda a demonstrar a capacidade única de reconhecimento aéreo da Ingenuity e de outras aeronaves de asas rotativas que poderiam ser modeladas a partir dela no futuro.

Voo de domingo

O terceiro voo do helicóptero está programado para este domingo. Os dados e as imagens começarão a ser transmitidos para a sala de controle do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa em Pasadena, na Califórnia, às 11h16 (horário de Brasília).

Durante os voos anteriores, o Ingenuity estava se movendo a cerca meio metro por segundo. Agora, o helicóptero vai aumentar essa velocidade para 2 metros por segundo.

A aeronave também voará 50 metros ao norte antes de retornar para pousar no local de pouso.

A equipe da missão está planejando um tempo total de voo de 80 segundos, o mais longo até agora, e uma distância total de cerca de 100 metros.

O helicóptero Ingenuity ('engenhosidade'), companheiro do rover Perseverance
O helicóptero Ingenuity ('engenhosidade'), companheiro do rover Perseverance
Foto: Nasa/JPL-Caltech

"Embora esse número possa não parecer muito, considere que nunca nos movemos lateralmente mais do que o comprimento de dois lápis quando fizemos o teste de voo na câmara de vácuo aqui na Terra", escreveu Håvard Grip, piloto chefe do helicóptero da Ingenuity Mars no Laboratório de Propulsão a Jato.

“Embora os 4 metros de movimento lateral no segundo voo (2 metros para frente e 2 metros para trás) fossem excelentes, fornecendo muitos dados fantásticos, ainda eram apenas 4 metros. Como tal, o terceiro voo é um grande passo, um em que o Ingenuity começará a experimentar a liberdade no céu”.

O helicóptero ainda tem mais uma semana para realizar mais dois voos antes que a missão de 31 dias termine.

"Embora estejamos conduzindo nossos testes de voo em uma atmosfera tênue a mais de 290 milhões de quilômetros da Terra, modelamos nossa abordagem metódica para o voo experimental na abordagem dos irmãos Wright", escreveu Grip. "Nosso plano desde o primeiro dia foi nos preparar como um louco, voar, analisar os dados (como um louco) e, em seguida, planejar um teste ainda mais ousado no próximo voo."

(Texto traduzido, clique aqui e leia o original em inglês).