Cinco planetas poderão ser visualizados a olho nu ao amanhecer nos próximos dias

Júpiter, Saturno, Vênus, Mercúrio e Marte poderão ser avistados; última vez que isso aconteceu foi em agosto de 2016

Vista do céu de Porto Alegre, cinco planetas e a Lua puderam ser vistos antes do sol nascer
Vista do céu de Porto Alegre, cinco planetas e a Lua puderam ser vistos antes do sol nascer Foto: Fernando Alves/Thenews2/Estadão Conteúdo (19.jul.2020)

Giulia Pereira, da CNN em São Paulo

Ouvir notícia

A Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) confirmou que será possível visualizar cinco planetas a olho nu nesta semana, no Brasil e em países próximos da linha do Equador.

Na manhã deste domingo (19), foi possível observá-los ao lado da Lua. O posicionamento acontece algumas vezes por década — a última foi em agosto de 2016.

Leia também:

Planetas em torno de estrela próxima são candidatos à vida extraterrestre

Foto mais próxima já tirada do Sol mostra ‘fogueiras’ perto da superfície

“São cinco planetas ao todo. Na direção sudoeste, Júpiter e Saturno logo antes de desaparecerem atrás do horizonte. Na direção leste/nordeste, Vênus (um pouco mais alto no céu) e Mercúrio, que surge no horizonte um pouco mais de uma hora antes do nascer do Sol. E nesse momento Marte está bem alto, fácil de observar”, informou o Thiago Signorini Gonçalves, astrônomo da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e coordenador da comissão de imprensa da SAB. 

O fenômeno já pode ser ser visualizado há aproximadamente uma semana e deverá ainda estar aparente pelos próximos dois ou três dias, sempre logo antes do nascer do sol.

“O grande desafio é ver tudo ao mesmo tempo. Os planetas estão muito baixos, o que dificulta a visualização por poluição luminosa ou qualquer bloqueio como árvores ou prédios”, explica o astrônomo. 

Mais Recentes da CNN