Engenheiro criador do Super Nintendo, Masayuki Uemura morre aos 78 anos

Uemura trabalhou na desenvolvedora de jogos de 1972 até sua aposentadoria em 2004; causa da morte não foi divulgada

Masayuki Uemura trabalhou por mais de 30 anos como engenheiro desenvolvendo produtos da Nintendo.
Masayuki Uemura trabalhou por mais de 30 anos como engenheiro desenvolvendo produtos da Nintendo. Reprodução / Redes Sociais

Léo Lopesda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O engenheiro japonês Masayuki Uemura morreu aos 78 anos. A morte, que aconteceu no último dia 6, foi comunicada pelo Centro de Estudos de Videogames, da Universidade de Ritsumeikan, onde ele trabalhava como professor visitante.

Uemura era conhecido pelos trabalhos que desenvolveu no período em que esteve na desenvolvedora de jogos eletrônicos Nintendo, de 1972 até sua aposentadoria em 2004.

Ele foi o engenheiro por trás do famoso console de 16 bits, Super Nintendo (SNES). Ele também foi a mente responsável pelo Nintendo Entertainment System (NES), console que ficou conhecido no Brasil como “Nintendinho”.

SUPER NINTENDO
Console Super Nintendo Entertainment System (SNES), foi lançado em 1990, no Japão. / Joe Haupt

“O professor Masayuki Uemura, professor visitante da Faculdade de Artes e Ciências da Imagem da Universidade Ritsumeikan, que foi um dos fundadores deste Centro e seu primeiro diretor, faleceu em 6 de dezembro de 2021. Ele tinha 78 anos. Oramos sinceramente pela alma do falecido e gostaríamos de comunicá-los”, escreveu o comunicado que anunciou o falecimento.

“Gostaríamos de expressar nossa sincera gratidão não apenas pelo desenvolvimento do Centro de Estudos de Videogames da Universidade Ritsumeikan, mas também por fazer uma grande contribuição para o desenvolvimento da indústria de jogos, lançando uma série de videogames”, complementa a nota.

Ainda de acordo com o comunicado, o funeral foi realizado pela família de Uemura.

Masayuki Uemura participou da produção do jogo “Mario Bros.”, em 1983. / Reprodução

Carreira

Masayuki Uemura entrou para a Nintendo em 1972, após ter trabalhado em outra fabricante de eletrônicos japonesa, a Sharp.

Ele se tornou o gerente da “Nintendo R&D2”, divisão interna da empresa que era responsável pelo desenvolvimento de softwares e outros elementos.

Na empresa, Uemura participou de alguns dos trabalhos mais memoráveis da Nintendo – da criação do Super Nintendo e do “Nintendinho” à produção de jogos como “Donkey Kong” e “Mario Bros.”.

Em 2004, o engenheiro se aposentou da empresa, permanecendo como conselheiro do Departamento de Pesquisa e Engenharia. Ele se tornou professor na Universidade Ritsumeikan, em Quioto, pesquisando sobre videogames.

Mais Recentes da CNN