Helicóptero da Nasa ‘sobrevive’ por conta própria à primeira noite em Marte

Temperatura na cratera de Jezero pode chegar a 90 graus Celsius negativos, danificando componentes elétricos

Até pousar na superfície de Marte, a Ingenuity permaneceu presa à barriga do rover, recebendo energia do Perseverance, que aterrissou na cratera de Jezero em 18 de fevereiro
Até pousar na superfície de Marte, a Ingenuity permaneceu presa à barriga do rover, recebendo energia do Perseverance, que aterrissou na cratera de Jezero em 18 de fevereiro Foto: NASA/JPL-Caltech

Renato Barcellos, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O helicóptero Ingenuity Mars da Nasa sobreviveu à primeira noite na superfície de Marte.

Na cratera de Jezero, a temperatura durante a noite pode chegar a 90 graus Celsius negativos, podendo congelar e até quebrar componentes elétricos desprotegidos e danificar baterias necessárias para o voo.

A sobrevivência do helicóptero, de cerca de 1,8kg e que foi preso à barriga do rover Perseverance no dia 3 de abril, é um marco imporante. Nos próximos dias, o Ingenuity será a primeira aeronave a tentar um voo motorizado e controlado em outro planeta.

“Esta é a primeira vez que o Ingenuity está por conta própria na superfície de Marte”, disse MiMi Aung, gerente de projeto do Ingenuity no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, no sul da Califórnia. “Mas agora temos a confirmação de que temos o isolamento certo, os aquecedores certos e energia suficiente em sua bateria para sobreviver à noite fria, o que é uma grande vitória para a equipe. Estamos entusiasmados em continuar a preparar o Ingenuity para seu primeiro teste de vôo”.

O principal desafio da missão foi conceber uma nave pequena o suficiente para caber no rover, leve o suficiente para voar na fina atmosfera de Marte, mas resistente o suficiente para suportar o frio marciano. 

Para garantir que o painel solar no topo dos rotores do helicóptero pudesse começar a receber luz solar o mais rápido possível, o Perseverance foi instruído a se afastar do Ingenuity logo após implantá-lo.

Até pousar na superfície de Marte, a Ingenuity permaneceu presa à barriga do rover, recebendo energia do Perseverance, que aterrissou na cratera de Jezero em 18 de fevereiro. O rover serve como um retransmissor de comunicação entre a Ingenuity e a Terra, e usará seu conjunto de câmeras para observar as características de voo do helicóptero movido a energia solar do “Van Zyl Overlook”.

A única missão da Ingenuity é realizar testes de vôo na fina atmosfera de Marte. O helicóptero não carrega instrumentos científicos. O Ingenuity completará seus testes dentro de 30 dias marcianos. Um dia em Marte equivale a 24,6 horas da Terra.

“Nosso cronograma de teste de 30 dias marcianos é antecipado com marcos emocionantes”, disse Teddy Tzanetos, vice-chefe de operações do Ingenuity Mars Helicopter no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA. “Seja o que for que o futuro nos reserva, vamos adquirir todos os dados de voo que pudermos dentro desse prazo”.

O Mês do Ingenuity

No dia 4 de abril, o Perseverance fez o downlink das primeiras imagens do helicóptero na superfície de Marte. Tirada pela câmera traseira esquerda do veículo espacial para evitar riscos, a imagem mostra as pás do rotor do helicóptero ainda alinhadas umas sobre as outras (uma configuração usada para economizar espaço durante a viagem a Marte) e suas quatro “patas” firmemente plantadas na superfície de Marte.

Nos próximos dois dias, o Ingenuity coletará informações sobre o desempenho dos sistemas de energia e controle térmico, agora que o pequeno helicóptero está sozinho no ambiente de Marte. Essa informação será usada para ajustar o sistema de controle térmico do Ingenuity para ajudá-lo a sobreviver às noites adversas de Marte durante todo o período de experiência de voo.

Mais Recentes da CNN