Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Imagem capturada pela Nasa mostra misteriosa “rosquinha” na superfície de Marte

    O “donut” do planeta vermelho é um dos objetos mais recentes capturados pelo Mars rover Perseverance

    Kristen Rogersda CNN

    Uma imagem capturada pelo Mars rover Perseverance mostra uma misteriosa rocha em forma de rosquinha na superfície de Marte.

    Lançado em julho de 2020, o rover Mars Perseverance continua a explorar a cratera Jezero no planeta em busca de sinais de vida microbiana antiga, de acordo com a Nasa.

    O rover coleta amostras de rocha e rocha quebrada e solo (chamado regolito) para possível retorno à Terra.

    O “donut” de Marte é um dos objetos mais recentes capturados a cerca de 100 metros de distância no delta da Cratera Jezero pelo SuperCam Remote Micro-Imager – uma das câmeras do rover que ajuda os cientistas a ver o que está na superfície do planeta.

    A equipe do Perseverance não fez o rover se aproximar da rocha em forma de rosquinha para examiná-la ou prová-la, então sua composição e origens exatas são desconhecidas, disse Jim Rice, cientista assistente de pesquisa na Escola de Exploração da Terra e do Espaço Universidade Estadual do Arizona.

    Rice, que faz parte da equipe de imagens Mastcam-Z do rover, avistou a rocha pela primeira vez em 14 de junho. Os cientistas têm algumas hipóteses sobre de onde veio a rocha – e de onde não veio.

    “Não posso dizer com absoluta certeza que não é um meteorito, mas acho altamente improvável”, disse. “A razão pela qual digo isso é porque, nesta região em que estamos, vemos muitas rochas que têm esse tipo de interior oco.”

    As rochas típicas desta região são arenitos sedimentares que provavelmente têm alguns bilhões de anos, disse Rice.

    “Esses foram trazidos por enchentes por este grande canal do rio, o Neretva Vallis – esse é o canal que trouxe toda a água, as rochas e os sedimentos para lá.”

    O canal do rio provavelmente transportou a rocha em forma de rosquinha de outra área, acrescentou.

     

    A rocha tem mais de 25 centímetros de largura, mas exatamente quanto maior é desconhecido, disse Rice. Outra rocha pode ter sido incrustada no centro da rocha em forma de rosquinha antes que o tempo a erodisse, deixando uma cavidade, acrescentou.

    O vento também pode aumentar gradualmente quaisquer pequenos poços ou cavidades que já existiam. Ou a rocha poderia ter sido apenas mais fraca em seu centro.

    “Realmente, cientificamente, não é nada de especial”, disse Rice.

    Pascal Lee, cientista planetário sênior do Instituto SETI, disse que acha que a rocha pode ser um meteorito, dados os avistamentos anteriores de meteoritos em Marte, a proximidade do planeta com o cinturão de asteróides e a capacidade de preservar meteoritos.

    A rocha é cercada por rochas ou fragmentos menores, “então talvez (é) um meteorito que se partiu ao pousar”, disse Lee.

    Neste caso, a forma de rosquinha pode ter sido criada por materiais mais fracos na erosão da rocha ao entrar na atmosfera de Marte, acrescentou.

    Também é possível que a rocha tenha sido “jogada para longe de outra parte de Marte pelo impacto de um grande asteróide”, disse Lee.

    “É chamado de bloqueio ejetado… Eu recomendaria que o Perseverance desviasse de seu curso atual para dar uma olhada.”

    A equipe do rover não tem planos de fazer isso, já que está atualmente conduzindo o Perseverance na direção oposta, rumo às rochas que eventualmente irá coletar, disse Rice.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original