Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Meteoro é avistado durante quase 10 segundos no céu de Porto Alegre

    Objeto entrou na atmosfera terrestre a uma altitude de 88,3 quilômetros e caiu no oceano

    André Luiz RosaIngrid Oliveirada CNN São Paulo

    Durante a madrugada desta terça-feira (31), o Observatório Espacial Heller & Jung, que fica em Taquara, região metropolitana de Porto Alegre, registrou a passagem de um meteroro com a duração de 9,9 segundos — a maior duração até o momento em 2022.

    O corpo entrou na atmosfera terrestre a uma altitude de 88,3 quilômetros, segundo Carlos Fernando Jung, pesquisador e um dos proprietários do observatório.

    O objeto faz parte da chuva de meteoros Tau-Herculídeas, que pôde ser vista nesta madrugada em diversas partes do mundo, mas principalmente na América do Norte.

    A chuva de meteoros Tau-Herculídeas é composta pelo destroços do cometa 73P/Schwassmann-Wachmann, ou SW3, que foi descoberto em 1930 pelos observadores alemães Arnold Schwassmann e Arno Arthur Wachman.

    Jung disse que o objeto, registrado por duas câmeras do observatório, uma localizada em Porto Alegre no Bairro Petrópolis e outra em Taquara, entrou na atmosfera do planeta e se extinguiu no oceano. Assista ao vídeo:

    Na década de 1990, o cometa se partiu em vários pedaços, segundo a Nasa.

    Quando o SW3 passou pela Terra novamente em 2006, estava em quase 70 pedaços e continuou a se fragmentar ainda mais desde então, informou a agência.

    * Com informações de Katie Hunt, da CNN