Nave espacial chinesa pousa com sucesso na superfície de Marte

Ação torna a China a segunda nação espacial, depois dos Estados Unidos, a pousar no Planeta Vermelho

Ryan Woo, Reuters

Ouvir notícia

Uma espaçonave chinesa, sem tripulação, pousou com sucesso na superfície de Marte nesta sexta-feira (14), informou a agência de notícias estatal Xinhua, tornando a China a segunda nação espacial, depois dos Estados Unidos, a pousar no Planeta Vermelho.

A espaçonave Tianwen-1 pousou em um local na Planície Utopia do Sul, “deixando uma pegada chinesa em Marte pela primeira vez”, disse a Xinhua. A ação ocorreu na manhã de sábado (15), considerando o horário da China.

Um rover, chamado Zhurong, agora vai inspecionar o local de pouso antes de sair de sua plataforma para realizar inspeções na área.

Tianwen-1 pousou em Marte
Foto: Illustration/Handout/Xinhua/CNSA

 

Tianwen-1, ou “Perguntas ao Céu”, em homenagem a um poema chinês escrito há dois milênios, é a primeira missão independente da China a Marte. Uma sonda co-lançada com a Rússia em 2011 não conseguiu deixar a órbita da Terra.

A espaçonave de 5 toneladas decolou da ilha de Hainan, no sul da China, em julho do ano passado, lançada pelo poderoso foguete Longa Marcha 5.

Depois de mais de seis meses em trânsito, Tianwen-1 alcançou o Planeta Vermelho em fevereiro, onde estava em órbita desde então.

Mais Recentes da CNN