Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Zoom usa criptografia para melhorar segurança em nova versão do aplicativo

    A atualização será lançada dentro de uma semana; empresa tem enfrentado uma reação negativa após a identificação de falhas de segurança na plataforma

    Ouvir notícia
     
    Aplicativo Zoom atraiu usuários durante pandemia do novo coronavírus
    Com distanciamento social por causa da pandemia do novo coronavírus, aplicativo Zoom atraiu usuários
    Foto: Albert Gea – 2.abr.2020/Reuters

    A Zoom Video, empresa que oferece serviços de chamadas e videoconferência, anunciou nesta quarta-feira (22) uma atualização do aplicativo com recursos de criptografia, com o objetivo de proteger melhor os dados das reuniões e oferecer resistência a fraudes.

    De acordo com a empresa, a nova versão do aplicativo, batizada de Zoom 5.0, será lançada dentro de uma semana. 

    A plataforma, que subiu de 10 milhões para 200 milhões de usuários diários em menos de três meses, enfrentou uma reação negativa depois que especialistas de segurança encontraram falhas na plataforma e a empresa não divulgou que o serviço não era criptografado de ponta a ponta.

    Leia também:

    Zoom está levando segurança a sério, diz governo dos EUA

    FBI alerta para o ‘zoombombing’, as invasões nas videoconferências

     

    Preocupações com a segurança

    Segundo um memorando do Departamento de Segurança Interna dos EUA (DHS), distribuído no início de abril às principais autoridades governamentais de segurança cibernética, a Zoom tem respondido às preocupações a respeito da segurança de seu software. 

    O memorando emitiu uma nota sobre a solução de “teleworking”, que tem sido afetada por preocupações de segurança desde que a pandemia de coronavírus trouxe uma enxurrada de novos usuários para que precisam trabalhar em casa. Na época, o DHS afirmou que a empresa tem respondido às críticas e entendeu a gravidade da situação. 

     

    Mais Recentes da CNN