Cidade mineira de 12 mil habitantes é eleita Capital Nacional do Rocambole

A cerca de 146 km de Belo Horizonte, Lagoa Dourada tem história de mais de um século com o doce e faz parte dos caminhos da Estrada Real; conheça outras capitais temáticas no sudeste

Getty Images/iStockphoto

CNN Viagem & Gastronomiado Viagem & Gastronomia

A cidade mineira de Lagoa Dourada foi reconhecida oficialmente como a Capital Nacional do Rocambole. O título foi dado no último dia 3 de agosto por meio de lei federal publicada no “Diário Oficial da União”.

Com o novo título de Capital Nacional do Rocambole, a cidade espera incrementar o turismo em torno da iguaria.

O doce é feito por várias lojas e confeitarias da cidade e também serve como paradinha apetitosa para os viajantes que percorrem a Estrada Real, caminho de 1.630 km que corta Lagoa Dourada no perímetro urbano e passa pelos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Tradição do rocambole

Com 12.769 habitantes e distante cerca de 146 km da capital Belo Horizonte, Lagoa Dourada tem uma pecuária leiteira expressiva, o que favoreceu a fabricação de guloseimas ao longo do tempo.

A produção do rocambole na cidade remonta a uma família local descendente de libaneses que passou a fazer a iguaria ainda no início da década de 1900.

Segundo a prefeitura do município, o senhor Miguel Youssef tinha um botequim onde, uma vez por semana, servia pão de ló recheado com doce de leite sob a forma de um rocambole.

A importância do doce na cidade já era reconhecida há algum tempo, como quando foi oficializado em 2007 como Patrimônio Imaterial Municipal pelo Inventário do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac).

Na semana passada, o município recebeu uma comitiva de autoridades para experimentar o doce típico.

Outras capitais nacionais temáticas

Segundo o Ministério do Turismo, as “Capitais Nacionais” são importantes indutoras do turismo local que exaltam a cultura brasileira aos viajantes.

É uma comprovação de que o município é um expoente no país em áreas temáticas, como: atividade de natureza cultural ou esportiva; atividade econômica; evento de relevância cultural, esportiva, científica ou social; acontecimento histórico relevante; e peculiar característica geográfica.

Atualmente há cerca de 52 capitais nacionais temáticas no Brasil e mais de 100 que tentam obter a distinção.

Confira a seguir as capitais nacionais temáticas dos estados do Sudeste:

  • Alfredo Chaves (ES): Capital Nacional do Inhame
  • Anchieta (ES): Capital Nacional das Sementes Crioulas
  • Atibaia (SP): Capital Nacional do Morango
  • Barretos (SP): Capital Nacional do Rodeio
  • Caçapava (SP): Capital Nacional do Antigomobilismo
  • Cunha (SP): Capital Nacional da Cerâmica de Alta Temperatura
  • Holambra (SP): Capital Nacional das Flores
  • Ilhabela (SP): Capital Nacional da Vela
  • Lagoa Dourada (MG): Capital Nacional do Rocambole
  • Limeira (SP): Capital Nacional da Joia Folheada
  • Nova Iguaçu (RJ): Capital Nacional do Cosmético
  • Olímpia (SP): Capital Nacional do Folclore
  • Porto Ferreira (SP): Capital Nacional da Cerâmica Artística e Decoração
  • Salinas (MG): Capital Nacional da Cachaça
  • São Carlos (SP): Capital Nacional da Tecnologia
  • Taubaté (SP): Capital Nacional da Literatura Infantil
  • Teresópolis (RJ): Capital Nacional do Lúpulo
  • Venda Nova do Imigrante (ES): Capital Nacional do Agroturismo