Região de Champanhe, na França, ganha casa com proposta de “Odisseia” gastronômica

Casa histórica da G.H. Mumm, a famosa marca de espumantes franceses, abre as portas ao público pela primeira vez, em Reims, e também inaugura o restaurante La Table des Chefs

Maison Mumm abre a La Table des Chefs
Maison Mumm abre a La Table des Chefs Reprodução/Instagram

Da CNN São Paulo

Nesta sexta-feira (12) a Maison Cordon Rouge, casa histórica da G.H. Mumm, a famosa marca de espumantes franceses, abre as portas ao público pela primeira vez, em Reims, na região de Champagne, e também inaugura o restaurante La Table des Chefs, que terá um novo conceito gastronômico.

Baseado no modelo de residência artística, a La Table des Chefs oferecerá a jovens chefs de todas as esferas a oportunidade de se revezar na gestão da cozinha por um período de três meses.

Em um cenário completamente redesenhado, feito após pesquisa, técnica e conhecimento, La Table des Chefs proporcionará aos clientes uma “Odisseia”  gastronômica e a possibilidade de conhecer uma comunidade de talentos.

Selecionados por suas variadas influências e criatividade culinária, conhecidas ou emergentes, os chefs residentes se revezam na cozinha a cada três meses, desde a sexta, com um menu criado exclusivamente para a nova casa.

A ideia é proporcionar uma cozinha plural, inventiva e surpreendente em termos de associações e sabores. La Table des Chefs coloca o aspecto humano no centro desta experiência coletiva e colaborativa, além de estar atento ao desenvolvimento sustentável e à influência do terroir, dando prioridade aos produtos locais, frescos e sazonais.

Para essa primeira temporada, o chef Mallory Gabsi, que tem uma estrela Michelin, inaugura La Table des Chefs acompanhado por Raimonds Tomsons, melhor sommelier do mundo em 2023, que assinará a carta de champanhes e vinhos durante todo o ano.

Estrela em ascensão no mundo da gastronomia, Gabsi, chef do restaurante homônimo localizado no 17º arrondissement de Paris foi premiado com sua primeira estrela e o título de Jovem Chef do Ano pelo Guia Michelin em março de 2023.

Ele inaugurará este novo conceito gastronômico desenvolvido pela Maison Mumm. As deliciosas e generosas lembranças culinárias da infância de Gabsi inspiraram sua vocação como chef. A avó materna transmitiu-lhe o sabor reconfortante e gourmet da cozinha belga, enquanto o avô paterno lhe ensinou o prazer de partilhar pratos tradicionais da Tunísia, como o Mloukhiya.

São valores e influências que moldaram sua personalidade e sua culinária. Após vários anos de sólida formação nos mais conceituados restaurantes com estrelas Michelin da Bélgica e uma destacada participação no Top Chef da França, decidiu abrir o seu primeiro restaurante, em Paris, que foi consagrado pela Michelin um ano após a abertura.

“Estou feliz por ser o primeiro a aceitar o desafio de La Table des Chefs. É um projeto que me tira da zona de conforto e me dá a oportunidade de explorar novos territórios de sabores.Vou criar pratos que serão descobertos exclusivamente em Reims”, diz Raimonds Tomsons, amigo da Maison Mumm desde 2017, que também embarcará na jornada gastronômica do La Table des Chefs.

Ele vai criar uma carta de vinhos baseada nas grandes regiões vinícolas francesas. Quanto aos champanhes, ele disponibilizará acesso a algumas safras antigas da G.H. Mumm Oenotheque.

“A Maison Mumm tem terroirs de onde resultam Pinot Noir excepcionais que lhe permitiram desenvolver um notável savoir-faire desta casta e traduzir toda a sua profundidade e nuances. Os champanhes Mumm não são apenas para aperitivo, a sua riqueza e qualidade fazem deles vinhos gastronômicos, e é isso que tentarei transmitir no La Table des Chefs”, comenta Tomsons.

Novo capítulo na história de G.H.Mumm

Os champanhes G.H. Mumm tradicionalmente servidos nas melhores mesas do mundo e há quase dois séculos, são a combinação perfeita para uma gastronomia com requinte e rigor. Sob o impulso criativo de uma nova geração de chefs, criam-se combinações contemporâneas de champanhes e pratos, dando lugar a uma experiência generosa e ousada.

Com La Table des Chefs, a Maison Mumm escreve um novo capítulo na sua história, demonstrando mais uma vez a sua vontade de inovar e a sua abertura ao tempo e ao mundo. A La Table des Chefs tem como cenário a Maison Cordon Rouge, mansão particular de Mumm, que foi renovada com o intuito de prolongar a sua história – uma casa com tradição de receber bem, tendo passado por ali durante muito tempo personalidades de diversas origens e de todo o mundo.

Hoje, está pronta para receber viajantes gourmets do século 21, curiosos para enriquecer suas explorações culinárias.

O restaurante é composto por dois salões e um bar que se abre para um terraço e um jardim. Por enquanto, a lista de chefs é mantida em segredo, mas os rumores já estão excitando as papilas gustativas dos curiosos viajantes gourmet.

O Salão Céladon é inspirado no universo cromático da antiga porcelana chinesa. Seu ambiente nos remete ao tempo das grandes explorações eruditas do século 19. Já o Salão du Collectionneur, é uma ode à diversidade do mundo e das suas culturas. Um lugar de memória e coleção, de objetos inusitados e preciosos, de perto e de longe, de ontem e de hoje.

O Bar Salon Côté é a sala central, o coração do La Table des Chefs, onde trabalhará o chef residente. É também onde pode-se desfrutar de uma carta de cocktails, vinhos e champanhes G.H.Mumm. E o Terraço, com vista deslumbrante para o jardim, onde os dias quentes prometem almoços rústicos e doces noites gourmet refrescadas com muito verde ao redor.