Resort de luxo em vagões celebra a história ferroviária da Tailândia

Ferrovias sempre foram uma fonte de fascínio para os viajantes, permitindo vivenciar jornadas em um ritmo mais lento e revisitar um tempo em que aviões e aeroportos lotados não eram a norma

Os quartos e algumas suites estão localizados numa série de edifícios verdes e brancos fotogénicos, muitos com vista para os lagos da propriedade.
Os quartos e algumas suites estão localizados numa série de edifícios verdes e brancos fotogénicos, muitos com vista para os lagos da propriedade. Divulgação/InterContinental Khao Yai Resort

Karla Crippsda CNN

A Tailândia tem sua própria história ferroviária lendária que remonta ao início de 1900, quando os urbanitas de Bangkok embarcavam nas rodas de aço para sair da cidade em escapadas para a praia ou climas mais frescos.

Mais de 100 anos depois, um novo resort projetado pelo incomparável Bill Bensley convida os hóspedes a um mergulho na essência dessa era.

O InterContinental Khao Yai, composto por mais de 65 suítes e villas, inclui uma série de vagões de trem tailandeses reaproveitados que foram convertidos em acomodações de luxo.

A cerca de 2,5 horas de carro de Bangkok, fora do Parque Nacional Khao Yai, o design do resort foi inspirado nos primeiros dias do trem tailandês e na história da região como porta de entrada para o nordeste da Tailândia durante o reinado do Rei Rama V (1868 a 1910).

Os hóspedes são envolvidos no passado assim que entram na recepção. Localizado em um edifício independente que se assemelha a uma estação de trem tailandesa clássica, está repleto de malas de viagem, bancos de madeira, peças de trem clássicas, ilustrações e fotos históricas.

Existem suítes interligadas com beliches para grupos maiores, enquanto outras possuem varandas com vista para o lago e piscinas privativas.
Existem suítes interligadas com beliches para grupos maiores, enquanto outras possuem varandas com vista para o lago e piscinas privativas./ Divulgação/InterContinental Khao Yai Resort

A atenção aos detalhes é excepcional, embora esperada em qualquer propriedade com o nome de Bensley ligado a ela.

Palavras como extravagante e fantasiosa são frequentemente usadas para descrever o trabalho do americano baseado em Bangkok – e com razão. Bensley é incomparável em sua capacidade de deixar sua imaginação correr solta de todas as melhores maneiras. O resultado são propriedades que contam uma história, com cada detalhe sendo uma anedota inteligente que acrescenta às páginas.

Desafios logísticos

No caso do InterContinental Khao Yai, Bensley diz que seu amor ao longo da vida por viagens de trem impactou o design. Ele viajou em muitos dos principais trens de luxo em vários continentes e passou um verão levando grupos de idosos em jornadas ferroviárias costeiras pelo Canadá.

Quando se deparou com um pátio ferroviário da Tailândia cheio de trens desativados, ele teve que agir.

“Eu estava olhando para todos esses vagões enferrujados e pensei comigo mesmo, ‘Meu Deus, eles estão lá apodrecendo… realmente, deveríamos estar fazendo algo com isso'”, lembra.

“Seis meses depois, estávamos comprando o máximo que podíamos… Você não precisa construir tudo do zero”, acrescenta.

Em seguida, veio a parte difícil. Transportar um monte de trens velhos, pesados ​​e em decomposição para a paisagem montanhosa do resort provou ser tão desafiador quanto se poderia esperar.

“Planejamos levá-los em trilhos”, diz ele. Mas uma curva acentuada no final de uma estrada no resort, onde precisavam colocar os vagões, significava chamar ajuda extra para terminar o trabalho.

“Contratamos um guindaste enorme que deve subir cerca de 70 metros no ar. Então voamos os vagões e os colocamos na encosta. Foi um dia e tanto… Foi um guindaste muito caro, mas conseguimos fazer tudo em um dia”, diz Bensley.

Além de suítes de luxo, os vagões reaproveitados do resort também abrigam um spa, um clube infantil e três restaurantes e bares – Poirot, Papillon e o Tea Carriage.

“Originalmente, pensamos que todos os vagões seriam para acomodações, mas, à medida que começamos a trabalhar com eles, realmente nos apaixonamos pela ideia de ‘Assassinato no Expresso Oriente’. Foi assim que surgiu Poirot”, diz ele sobre o restaurante francês com vista para o Lago Swan.

Além de suítes de luxo, o resort também abriga um spa, um clube infantil e três restaurantes e bares
Além de suítes de luxo, o resort também abriga um spa, um clube infantil e três restaurantes e bares

O Papillon, ao lado, é um speakeasy com tema de jazz que serve coquetéis fortes e, nos finais de semana, música ao vivo. O Tea Carriage fica em outra área do resort lindamente paisagístico, onde os hóspedes podem experimentar uma variedade de bebidas, como cafés gelados e um adorável chá da tarde.

/ Divulgação/InterContinental Khao Yai ResortO café da manhã é servido na Cozinha de Somying, um restaurante espaçoso para todas as refeições, com cabines que lembram vagões de jantar e interiores em azul e branco brilhantes. Fora do restaurante, há uma pequena piscina e o Bar Terminus, que também apresenta motivos tradicionais tailandeses de trem.

Mesmo que você não consiga se hospedar em um dos vagões reaproveitados, os outros quartos e suítes não são nada desprezíveis. Cada um, projetado para parecer um vagão de trem clássico, é único e possui painéis dramáticos emoldurando papel de parede cênico.

Os hóspedes são incentivados a sair para o parque nacional – mais sobre isso abaixo – mas vale a pena passar um tempo desfrutando do resort.

Os 19 hectares do InterContinental Khao Yai estão repletos de mais de 30.000 árvores e vários lagos, sendo o maior ocupado por vários cisnes pretos e brancos – daí o nome “Lago dos Cisnes”. Bicicletas gratuitas podem ser retiradas na trilha do lago, enquanto há muitos lugares para sentar e observar os cisnes passarem.

Parque Nacional Khao Yai

Embora seja incrivelmente popular entre os moradores de Bangkok que procuram uma escapada de fim de semana para escapar da cidade, Khao Yai não é um dos principais destinos para turistas estrangeiros, que tendem a seguir para as praias da Tailândia ou para Chiang Mai, a porta de entrada para o norte montanhoso.

As paisagens fora do Parque Nacional Khao Yai são frequentemente comparadas ao campo italiano e alguns dos resorts, cafés, restaurantes e vinícolas se encaixam nesse clima.

Há apenas um resort com marca internacional na área, além do InterContinental, um Movenpick que apresenta um hotel semelhante a um castelo e um campo de golfe de 18 buracos.

Os visitantes que realmente desejam perseguir aquela fantasia de escapada italiana podem seguir para o Vale de Toscana – um projeto de uso misto com uma réplica da Torre Inclinada.

Mas, essencialmente, Khao Yai permanece um destino principal para os amantes da natureza. Parte do Complexo Florestal de Dong Phayayen-Khao Yai listado pela UNESCO, é o parque nacional mais antigo da Tailândia e é composto por mais de 2.000 quilômetros quadrados de floresta e pastagem.

As trilhas para caminhadas atendem a várias habilidades, muitas oferecendo acesso a belas cachoeiras. Entre as mais famosas está Haew Narok, da qual o personagem de Leonardo DiCaprio pulou no filme de 2000 “A Praia”.

A vida selvagem inclui elefantes, ursos, gibões e tigres (embora os humanos raramente avistem os grandes felinos). Os funcionários do parque oferecem passeios noturnos para avistar a vida selvagem, que podem ser reservados no centro de visitantes.

Bensley diz que a localização do InterContinental perto do parque nacional foi o que o atraiu para o projeto em primeiro lugar.

“Eu sou um cara da natureza, então para mim, estar tão perto da floresta primária é realmente o que me faz vibrar, poder entrar nesse parque e ver alguns dos poucos elefantes selvagens restantes na Ásia… isso é com certeza a minha parte favorita.”

Embora a maioria dos hóspedes chegue de carro, é possível pegar o trem de Bangkok para a estação de Pak Chong, que fica a cerca de 40-45 minutos do resort.

No futuro, Bensley diz que eles querem organizar viagens de trem de fim de semana durante as quais os hóspedes fantasiados vão jogar “Assassinato no Expresso Oriente”.

Os hóspedes, independentemente de estarem viajando para Khao Yai de Bangkok de carro ou trem, podem notar a construção de um trecho de trilhos elevados – estes fazem parte da rota do trem de alta velocidade Bangkok-Nakhon Ratchasima que eventualmente seguirá para o Laos e a China.

À medida que os viajantes começam a sonhar com os próximos anos, quando o trem de alta velocidade tornará mais fácil cruzar o campo tailandês, é bom saber que há um resort que presta homenagem à história ferroviária do país também.

InterContinental Khao Yai Resort: 262, Sub-Distrito de Pong Talong, Distrito de Pak Chong, Nakhon Ratchasima 30450; +66 (0) 44 082 039; tarifas a partir de 8.700 baht (R$ 1306) por noite.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original