1. Home
  2. Nacional

Março de 2021 tem recorde de desmatamento na Amazônia Legal

Quando comparado março deste ano com fevereiro, o mês anterior, o crescimento é ainda maior: mais de 198%

Giovanna Bronze, da CNN
Até então, o mês de março com maior desmatamento havia ocorrido em 2018, com 357 km²
Foto: CNN (5.ago.2020)

Com 367,61 km² devastados na Amazônia, março de 2021 teve o maior desmatamento para o mês na história do monitoramento feito pela plataforma Terra Brasilis. A ferramenta, desenvolvida pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), reúne alertas e monitora o desmatamento na região da Amazônia Legal desde 2015.

Até então, o mês de março com maior desmatamento havia ocorrido em 2018, com 357 km². No agregado do primeiro trimestre do ano, no entanto, 2021 aparece em quarto lugar, com 576 km² de desmatamento. Em primeiro, está 2020, com 797 km²; seguido por 2018 com 685 km² e 2016, com 644 km².

Em janeiro de 2021, o ano pareceu promissor com diminuição no desmatamento na região da Amazônia Legal. Com 86 km², o mês neste ano registrou 69,7% menos do que o registrado no mesmo período no ano passado (284 km²).

Em fevereiro, o desmatamento voltou a crescer na região, chegando a 123 km². A área devastada teve aumento de 43% em um mês.

Quando comparado março deste ano com fevereiro, o mês anterior, o crescimento é ainda maior: mais de 198%. Em relação ao mesmo mês em 2020, que teve 327 km² de desmatamento, o crescimento registrado foi de 12%

O Terra Brasilis reúne todos os avisos de desmatamento na região da Amazônia Legal desde agosto de 2015. Os dados deste levantamento abrangem áreas com: Desmatamento com Solo Exposto, Desmatamento com Vegetação e Mineração.