Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Stellantis confirma produção de dois carros inéditos em fábrica no RJ

    Jeep Avenger e Citroën Basalt chegam em breve após investimento de R$ 3 bilhões em planta de Porto Real

    O Jeep Avenger menor será direcionado primeiro para a Europa e Ásia
    O Jeep Avenger menor será direcionado primeiro para a Europa e Ásia Divulgação/ Stellantis

    Thiago Venturacolaboração para a CNN

    Dois modelos inéditos serão fabricados pela Stellantis no estado do Rio de Janeiro, o que vai representar um revival para a fábrica de Porto Real (RJ). A unidade fluminense havia perdido a linha de montagem do Peugeot 2008, que terá a nova geração transferida para El Palomar, na Argentina. Mas a indústria nacional não ficará órfã: um produto inédito no Brasil será fabricado lá.

    Nesta segunda-feira (27), a empresa dona da Fiat, Jeep, Peugeot, Citroën e Ram, dentre outras, confirmou o investimento de R$ 3 bilhões na unidade de Porto Real. Era a fatia que faltava dos R$ 32 bilhões que promete aplicar no Brasil no período 2025 a 2030. Os outros dois aportes serão: R$ 14 bilhões em Betim (MG) e outros R$ 13 bilhões em Goiana (PE).

    Com o novo investimento, a fábrica vai produzir, ainda em 2024, o Citroën Basalt, um B-SUV Coupé  derivado do C3 Aircross e do C3 hatch. Mas não para por aí: o consumidor brasileiro terá, até 2026, um produto inédito da Stellantis na América do Sul, o Jeep Avenger, um B-SUV que ficará abaixo do Jeep Renegade. Este é o maior investimento na região sul fluminense nos últimos anos.

    O anúncio foi feito pelo presidente da empresa na América do Sul, Emanuele Cappellano:  “Anunciamos mais este importante ciclo de investimentos que apoiará o lançamento de um novo produto, inédito, e que certamente será um forte competidor em nosso mercado. Com isso, e a consolidação da família C-Cubed, planejamos aumentar nossa capacidade produtiva e seguir impulsionando o crescimento desta unidade”, disse.

    Com este novo aporte, o Polo Automotivo de Porto Real terá recebido mais de R$ 13 bilhões em investimentos desde 2011. O montante será utilizado para o desenvolvimento de novos produtos, pesquisa e desenvolvimento (P&D), além da modernização das instalações, sistemas e equipamentos da unidade industrial.

    Novos carros produzidos em Porto Real

    Citroën Basalt é o terceiro membro da família C-Cubed
    Citroën Basalt é o terceiro membro da família C-Cubed / Divulgação

    1. Citroën Basalt

    O primeiro carro inédito que será lançado após esse investimento de R$ 3 bilhões é o Basalt.  Ele tem linhas fluidas que descem pela Coluna C configurando o formato clássico dos modelos SUV Coupé. Esse tipo de carro ficou famoso graças ao BMW X6 de 2008 e desde então ganha cada vez mais representantes.

    O Basalt tem lanternas em LED com assinatura luminosa, teto pintado de preto e antena do tipo barbatana de tubarão. Há caixas de rodas também na cor preta, assim como no para-choque traseiro. As rodas parecem ser aro 17″ com acabamento escurecido.

    Com um entre-eixos de 2,67 metros e dimensões próximas às de um SUV de sete lugares, o Basalt oferecerá amplo espaço interno tanto para passageiros quanto para bagagens. Embora seja ligeiramente menor que seu concorrente direto, o VW Nivus, suas medidas devem ficar em torno dos 4,40 metros.

    Quanto à motorização, o Basalt será equipado com um motor 1.0 Turbo Flex T200, entregando uma potência de 130 cv e um torque de 200 Nm, combinado com um câmbio CVT para proporcionar uma condução eficiente em diversas condições de uso.

    2. Jeep Avenger

    Ao contrário do que estava especulado, o Jeep Avenger será produzido em Porto Real (RJ) e não em Betim (MG). O anúncio desta segunda-feira consolida esse segredo automotivo. O modelo é menor que o Renegade e custará menos que esse. Construído sobre a plataforma Bio-Hybrid da Stellantis, o Avenger terá conjunto híbrido flex com motores turbo 1.0 e 1.3 litros.

    Já à venda na Europa, o Jeep Avenger tem 4,08 metros de comprimento, 1,78 metros de largura, 1,53 metros de altura e 2,56 metros de distância entre-eixos. Embora seja mais compacto que o Renegade, que mede 4,27 metros de comprimento, 1,80 metros de largura, 1,70 metros de altura e 2,57 metros de entre-eixos, o Avenger oferece um porta-malas maior, com capacidade de 380 litros, em comparação aos 320 litros do Renegade.

    A cabine do Avenger promete ser minimalista e moderna, mas com uso de plásticos duros. Tem cluster de 10,25″, mesma dimensão da multimídia.  O painel frontal tem  um design em cascata, disponível em duas cores, e contará com um número reduzido de botões físicos.

    Com previsão de lançamento no primeiro semestre de 2026, o Jeep Avenger deverá começar a ser visto em testes nas ruas brasileiras a partir do próximo ano.

    O ciclo de investimentos de R$ 32 bilhões anunciado pela Stellantis para a América do Sul, abrangendo o período de 2025 a 2030, é o maior da história da indústria automotiva na região. Esse valor suportará o lançamento de 40 novos produtos e oito powertrains, além do desenvolvimento de tecnologias inovadoras como o Bio-Hybrid e outras soluções de descarbonização em toda a cadeia de suprimentos automotivos.