Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Stellantis trará marca chinesa Leapmotor para o Brasil ainda em 2024

    Conglomerado anunciou joint venture com startup da China e começará operação com modelos T03 e C10 na Europa; chegada ao Brasil ocorrerá depois

    João Vitor Ferreiracolaboração para a CNN

    O conglomerado Stellantis anunciou uma joint venture com a chinesa Leapmotor. A união terá uma proporção de 51/49 para os europeus e dá origem à Leapmotor Internacional, que garante ao grupo multinacional o direito de vender e produzir os carros da montadora em outros países, com exceção da China.

    As novas operações começam a ser colocadas em prática em setembro, com o início das atividades em território europeu, mais precisamente na França, Itália, Alemanha, Holanda, Espanha, Portugal, Bélgica, Grécia e Romênia. A Stellantis pretende começar as vendas com 200 pontos, expandindo para 500 até 2026. O mais provável é que os primeiros carros da Leapmotor sejam montados na fábrica de Tychy, na Polônia.

    A partir do final do ano, a ideia é expandir para o resto do mundo. Isso inclui Oriente Médio e África (Turquia, Israel e países franceses no exterior), Índia e Ásia-Pacífico (Austrália, Nova Zelândia, Tailândia, Malásia e Índia) e América do Sul (Brasil e Chile).

    Antes de fecharem a joint venture, as duas empresas já haviam anunciado um investimento de 1,5 bilhão de euros por parte da Stellantis para adquirir 21% da Leapmotors. A parceria teve como objetivo impulsionar as vendas da startup na China, aproveitando ao mesmo tempo a presença global do grupo europeu para aumentar as vendas da marca em outras regiões.

    “A criação da Leapmotor International é um grande avanço para ajudar a resolver a questão urgente do aquecimento global com modelos BEV de última geração que vão competir com as marcas chinesas existentes nos principais mercados em todo o mundo”, disse o CEO da Stellantis, Carlos Tavares.

    “Aproveitando a nossa presença global, em breve, seremos capazes de oferecer aos nossos clientes veículos elétricos com preços competitivos e centrados na tecnologia que irão exceder as suas expectativas”, acrescentou.

    “Sob a liderança de Tianshu Xin (CEO da empresa chinesa), foi desenvolvida uma estratégia global convincente para expandir rapidamente os canais de distribuição de vendas, impulsionando o crescimento da Leapmotor e gerando valor para ambos os parceiros”, completou o executivo.

    As operações terão início com dois modelos: um hatch compacto e um SUV. O primeiro é o T03, um pequeno carro urbano de quatro portas com formato cúbico e faróis bem arredondados, que poderia facilmente se passar por um Fiat.

    O modelo mede 3,62 m de comprimento, ficando entre o Fiat Mobi e o Citröen C3, e tem 2,42 de entre-eixos. Já o porta-malas tem capacidade para 211 litros, mas pode expandir para 508 com os bancos abaixados. A Stellantis garante que, embora ele seja posicionado no segmento A (reservado aos menores carros da Europa), o espaço interno é de uma categoria acima, ou seja, do segmento B.

    O T03 tem bateria LFP de 41,3 kWh, que garante até 401 km de autonomia pelo ciclo CLTC. O hatch é movido por um único motor elétrico de 108 cv e 16,8 kgfm. O preço, na China, é de 49.900 yuans, aproximadamente R$ 35.500 na conversão direta.

    O outro modelo que marcará a estreia mundial da Leapmotor é o C10, que, na China, além de uma variante elétrica, também possui uma versão EREV (elétrico com extensor de alcance). Mas essa parece fora de cogitação em um primeiro momento.

    A versão elétrica tem motor traseiro de 231 cv e 32,63 kgfm, podendo ir de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos e alcançando os 170 km/h. Já a bateria tem 69,9 kWh de capacidade e oferece até 530 km de alcance no ciclo CLTC.

    Com seus 4,73 m de comprimento, o C10 ocupará o segmento D na Europa, equivalente ao dos SUVs grandes do Brasil. Já o seu design é moderno e bem limpo, sem muitas curvas ou vincos. Vale ressaltar que o modelo recebeu o Prêmio de Ouro 2024 do French Design Awards neste ano.

    Na parte de segurança, a Stellantis destaca as 5 estrelas conquistadas no E-NCAP. Também é possível ver que o SUV é equipado com um LIDAR na parte superior do para-brisa, o que garantirá alguns sistemas avançados de condução autônoma. Na China, o C10 é vendido por 128.800 yuans, cerca de R$ 91.500.