Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Iuri Pitta
    Blog

    Iuri Pitta

    Jornalista, mestre em administração pública e governo e professor universitário. Atuou como repórter, editor e analista em coberturas eleitorais desde 2000

    Boulos aposta em equipe de plano de governo “além da esquerda” e propostas para meio ambiente

    Pré-candidato do PSOL promete uma árvore por paulistano, o que exigiria dobrar cobertura verde da cidade

    O deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP), pré-candidato a prefeito de São Paulo
    O deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP), pré-candidato a prefeito de São Paulo 24/05/2024 - Leandro Paiva/Equipe Boulos

    O pré-candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, vai apostar nesta semana na apresentação de propostas de seu plano de governo, como o plantio de mais de 5 milhões de árvores em um eventual mandato, para buscar eleitores além do campo da esquerda. Para isso, um vídeo com os colaboradores das discussões, incluindo ex-integrantes de gestões do PSDB e de outros partidos, começará a circular nas redes do deputado federal.

    Entre os nomes que participaram das reuniões estão ex-secretários e ex-assessores de gestões tucanas nos governos municipal e estadual de São Paulo, como o ex-vereador Daniel Annenberg, um dos criadores do Poupatempo; o sociólogo Benedito Mariano, ouvidor das polícias nos governos Mário Covas e Geraldo Alckmin e ex-secretário de Segurança Pública de Diadema; o sanitarista Gonzalo Vecina, entre outros.

    “Nós trouxemos pessoas que vieram de outros partidos, de outras gestões, de movimentos sociais”, diz o pré-candidato na gravação, que também conta com a ex-prefeita e pré-candidata a vice, Marta Suplicy (PT).

    Ainda que predominem os nomes ligados ao PT e ao PSOL, a campanha de Boulos considera o processo de elaboração do plano de governo uma forma de buscar conexão além do eleitorado tradicional da esquerda, ao mostrar o pré-candidato conhecendo experiências bem-sucedidas de cidades como Bogotá, Paris e Xangai, e trazer os especialistas defendendo sustentabilidade, inovação e responsabilidade fiscal.

    Uma árvore por paulistano

    Uma das promessas nesse sentido foi anunciada no fim de semana, durante evento da pré-candidata a vereadora Marina Bragante (Rede) – ex-assessora de gestões tucanas na assistência social –, que é a incorporação ao plano de Boulos de um auxílio para trabalhadoras informais durante os primeiros meses de vida de seus recém-nascidos, para suprir a falta da licença-maternidade a que mulheres com carteira assinada têm direito.

    No ato, Boulos prometeu dobrar a cobertura vegetal da cidade de São Paulo, o que significaria plantar mais de 5 milhões de árvores. Somadas às quase 6 milhões já existentes, a meta seria chegar ao fim da gestão com uma árvore por morador da capital paulista.