Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Pedro Duran

    Pedro Duran

    O pai do Benjamin passou pela TV Globo, CBN e UOL. Na CNN, já atuou em SP, Rio e Brasília e conta histórias das cidades e de quem vive nelas

    Conselheiros da Petrobras veem Prates “mais isolado que nunca”

    Integrantes do colegiado ouvidos pela CNN apontam que o presidente da petrolífera tem tido dificuldades em articulações

    Conselheiros da Petrobras veem Prates “mais isolado que nunca”
    Conselheiros da Petrobras veem Prates “mais isolado que nunca”

    Participações virtuais em reuniões, falta de diálogo com os pares e ausência de debates da visão global da empresa. São vários os elementos apontados por conselheiros da Petrobras para justificar a situação atual de Jean Paul Prates: o isolamento.

    A crise que já vinha se desenhando se agravou no debate sobre o pagamento de dividendos. Prates teria sinalizado aos representantes de acionistas minoritários o pagamento integral dos valores extraordinários. Mas foi voto vencido e acabou desagradando tanto representantes do governo, que o impuseram derrota, quanto do mercado.

    Neste ano, revelam os conselheiros, Prates passou a participar das reuniões de forma virtual, da sala dele. O gabinete do presidente da Petrobras fica no mesmo andar do conselho, o décimo oitavo da sede temporária da empresa. Prates alega que da sala dele tem mais liberdade para conversar com assessores durante as reuniões, que às vezes levam o dia todo. Para os conselheiros, o fato mostra o distanciamento entre ele e o grupo.

    Até mesmo conselheiros que eram mais próximos de Prates hoje estão afastados e preveem que a saída do atual presidente seja uma questão de tempo. Uma das reclamações mais comuns é a de que o presidente da Petrobras usa o Conselho de Administração da companhia apenas para questões mais pontuais e acaba deixando o grupo no escuro sobre as estratégias globais da companhia.

    A CNN tentou contato com Prates, mas ainda não teve retorno.