Ibovespa tem dia volátil, mas fecha praticamente estável nesta quarta

Jerome Powell, presidente do banco central norte-americano, afastou a possibilidade de novos cortes na taxa de juros do país

Do CNN Business*, em São Paulo
13 de maio de 2020 às 10:22 | Atualizado 13 de maio de 2020 às 17:56

O Ibovespa, principal índice da bolsa de valores brasileira, teve um dia de instabilidade em meio a declarações feitas nesta quarta-feira (13) por Jerome Powell, presidente do Federal Reserve (Fed), o banco central norte-americano. 

Depois de abrir em alta superior a 1%, o Ibovespa inverteu a tendência no fim da manhã, chegou a operar no negativo e ensaiou uma recuperação ao fim da sessão. O índice encerrou o pregão em leve queda de 0,13%, a 77.772,20 pontos.

Em sua fala, no fim da manhã, Powell destacou a gravidade da situação econômica dos Estados Unidos, mas afastou a possibilidade de reduzir mais as taxas de juros do país, que já estão em zero. Juros negativas, disse ele, "não são algo que estamos considerando".

O chairman disse que o país pode enfrentar um “período prolongado” de crescimento fraco e renda estagnada, prometeu usar mais o poder do Fed conforme necessário e pediu mais gastos fiscais.

No exterior, as indicações de Powell se somaram aos temores sobre uma segunda onda de infecções por coronavírus e bolsas das principais praças também encerram o dia em queda. A retomada das tensões entre Estados Unidos e China também afetavam o posicionamento dos investidores.

Nos Estados Unidos, o índice Dow Jones recuou 2,2%, o S&P 500 perdeu 1,8% e o Nasdaq caiu 1,6%.

Na Europa, os setores de turismo, automóveis e bancário lideraram as perdas, e o índice FTSEurofirst 300 caiu 1,92%. O pan-europeu STOXX 600 perdeu 1,94%, atingindo o nível mais baixo em uma semana. O índice europeu de viagens e lazer e das ações de automóveis recuaram, cada um, 5%, enquanto o das ações bancárias caiu 3,7%.

O dia terminou em alta nas bolsas asiáticas, com a recuperação do setor de saúde impulsionando os principais índices. Apesar disso, os ganhos foram limitados também por causa das preocupações sobre o aumento no número de novos casos de Covid-19, especialmente na China e na Coreia do Sul. O índice que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,2%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,22%.

*Com informações da Reuters