Demanda por voos da Latam cai 95,2% em junho na comparação anual


Estadão Conteúdo
10 de julho de 2020 às 13:07
Aviões Latam

Aviões da Latam: empresa pediu recuperação judicial nos EUA e viu demandas por voos cair mais de 90%

Foto: Reuters/Ivan Alvarado

A Latam divulgou nesta sexta-feira suas prévias operacionais do mês de junho. Ontem, a Latam Brasil entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos. Com o impacto da pandemia do novo coronavírus, a demanda total (RPK) da aérea registrou forte queda de 95,2% em junho na comparação com igual período do ano anterior, enquanto a oferta de assentos (ASK) caiu 93,6%. A taxa de ocupação dos voos da companhia recuou 21,6 pontos porcentuais, para 61,4%.

Leia também: 
Latam Brasil entra com pedido de recuperação judicial nos EUA

No acumulado de 2020, a demanda total recuou 51% ante igual período do ano anterior, e a oferta encolheu 48,3%, com a taxa de ocupação em 79,4%, encolhendo 4,4 p.p. No Brasil, a demanda caiu 89,5% e a oferta diminuiu em 87,6% em junho no comparativo anual, com a taxa de ocupação ficando em 66,7%, apontando queda de 12 p.p.

No acumulado dos primeiros seis meses do ano, a demanda no Brasil caiu 39,3% ante igual período do ano anterior, e a oferta encolheu 38,2%, com a taxa de ocupação de 79,5%, apontando queda de 1,5 p.p.

O tráfego internacional de passageiros respondeu por aproximadamente 30% do movimento total do mês, acrescenta a aérea.

Nos voos internacionais, a demanda despencou 97,6% em junho no comparativo anual, enquanto a oferta de assentos caiu 96,2%, e a taxa de ocupação foi 54,6%, queda de 31,3 pontos porcentuais em relação a junho de 2019.

No acumulado do ano, a demanda no segmento internacional caiu 57 5% no mês passado, e a oferta encolheu 54,3%, com a taxa de ocupação de 79,6%, com queda de 6 p.p.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook