Ações que valem centavos: entenda os riscos e oportunidades das penny stocks


Do CNN Brasil Business, em São Paulo
15 de julho de 2020 às 07:00
Podcast O que eu faço

"O que eu faço?": CNN tem podcast para tirar dúvidas sobre investimentos em tempos de crise

Foto: Divulgação

Você tem algumas moedas no seu bolso que sobraram de troco? Elas podem ser suficientes para comprar uma ação. São aquelas conhecidas como “penny stocks” ou, em uma tradução literal, as ações de centavos. Atualmente, uma das mais conhecidas é a da operadora Oi, que passa por um conturbado processo de reestruturação, mas há diversas outras listadas na B3 e em outras bolsas de valores no mundo.

O próprio conceito de penny stock varia de um lugar para o outro. Nos Estados Unidos, por exemplo, são consideradas parte desse grupo aqueles papéis que valem menos do que US$ 5. Por aqui, são aquelas que valem, de fato, centavos. Mas vale a pena investir em uma empresa que vale tão pouco?

Veja também:
Confira aqui todos os episódios do "O que eu faço?"

Esse é o tema do novo episódio do podcast “O que eu faço?”. Na visão de Renato Chanes, estrategista de pessoa física da Santander Corretora, é necessário atenção antes de investir uma ação dessas. É claro que existem oportunidades, mas os riscos também são maiores.

“Em geral, essas ações estão longe dos principais índices e o nível de informação delas também é menor”, diz Chanes. Logo, o risco é maior. Esses papéis costumam ter muito mais volatilidade do que as outras, assim como a liquidez – ou seja, não será uma ação tão fácil de ser vendida como as blue chips.

“Ganhar 5% com essas ações não é a mesma coisa que com as blue chips. É preciso ficar muito atento com a volatilidade dessas ações”, diz ele.

Entenda mais no novo episódio do podcast “O que eu faço?”, apresentado por Fernando Nakagawa, diretor do CNN Business, e pela âncora da CNN, Luciana Barreto.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook