Países da UE precisam diversificar fornecedores de 5G, diz Comissão Europeia

Liderança do bloco estava informando sobre os progressos realizados pelos 27 países da UE no cumprimento de acordo de novembro do ano passado

Reuters
24 de julho de 2020 às 10:41 | Atualizado 24 de julho de 2020 às 10:43
Comissão do bloco orienta países da UE a diversificarem seus fornecedores de equipamentos 5G
Foto: Yves Herman/Reuters

Países da União Europeia devem tomar medidas urgentes para diversificar seus fornecedores de equipamentos 5G, disse a Comissão Europeia nesta sexta-feira (24), em meio à pressão dos Estados Unidos para a Europa seguir o Reino Unido e banir a chinesa Huawei de suas redes 5G.

"É urgentemente necessário progresso para mitigar o risco de dependência de fornecedores de alto risco, também com o objetivo de reduzir as dependências no nível da União (Europeia)", afirmou o braço executivo da UE.

A Comissão estava informando sobre os progressos realizados pelos 27 países da UE no cumprimento de acordo de novembro do ano passado sobre fornecedores de 5G.

Leia também:

O 5G pode, enfim, acelerar a implementação das cidades inteligentes no Brasil

Por que a vitória do governo Trump sobre a Huawei pode ser ruim para o TikTok