Comissão que discute reforma tributária tenta se reunir de novo nesta sexta


Basília Rodrigues
Por Basília Rodrigues, CNN  
31 de julho de 2020 às 07:35 | Atualizado 31 de julho de 2020 às 09:00
congresso nacional

O Palácio Nereu Ramos, ou Palácio do Congresso Nacional, onde ficam as cúpulas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A Comissão Mista da Reforma Tributária remarcou para hoje, às 14h, a retomada dos trabalhos, depois de não conseguir se organizar para fazer a reunião dessa quinta-feira (30). 

Por ser mista, haverá a participação virtual tanto de deputados quanto senadores. A comissão foi criada em fevereiro, chegou a se reunir duas vezes, mas com a pandemia e a total falta de consenso em torno da proposta não prosperou.

Leia também:

Congresso adia primeira reunião da reforma tributária

Maia vê “muita desinformação no debate da reforma tributária”

O cancelamento da reunião de quinta-feira foi alvo de críticas. "Uma semana perdida neste momento não é algo positivo para quem quer aprovar a reforma tributária", afirmou à CNN o deputado Luís Miranda, presidente da Frente Parlamentar da Reforma Tributária, um grupo maior que faz debates sobre o tema. 

Já que não teve encontro da comissão, ontem o relator da proposta Agnaldo Ribeiro participou de um encontro com a Frente Parlamentar.  Ele defendeu aprovação da reforma por meio de proposta de emenda constitucional (PEC) – o que é diferente da sugestão do governo, que apresentou um texto pontual e no formato de projeto de lei. 

Já há duas PECs em tramitação.

Deputados sugeriram incluir na discussão uma terceira, a PEC 128, que trata da unificação dos tributos federais em uma alíquota e a junção dos tributos locais em outra.