Amazon expande para o Brasil projeto contra produtos falsificados

A iniciativa busca identificar de forma automatizada, através da tecnologia de aprendizado de máquina, potenciais produtos falsificados na plataforma da Amazon

Peter Frontini, da Reuters
11 de agosto de 2020 às 12:37

Entregador da Amazon em Denver, Colorado (EUA): varejista está intensificando combate contra produtos falsificados

Foto: Kevin Mohatt/Reuters

A Amazon anunciou nesta terça-feira a ampliação do programa "Project Zero", que ajuda a identificar produtos falsificados em sua plataforma, para sete novos países, incluindo o Brasil.

O Project Zero, criado no ano passado, também foi lançado na Austrália, Holanda, Arábia Saudita, Cingapura, Turquia e nos Emirados Arábes Unidos, totalizando 17 países em que o programa está ativo.

Leia também:
Amazon, Google e outras empresas formam grupo para contratar minorias em NY
Jeff Bezos com US$ 1,9 bilhão no bolso: empresário vende participação na Amazon

A iniciativa busca identificar de forma automatizada, através da tecnologia de aprendizado de máquina, potenciais produtos falsificados na plataforma da Amazon.

"A Amazon está comprometida em proteger nossos clientes e as marcas com as quais colaboramos em todo o mundo", disse o vice-presidente de confiança ao cliente e suporte ao parceiro da Amazon, Dharmesh Mehta, em nota.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook