Governo dos Estados Unidos confirma corte de impostos sobre folha de salários

Anúncio foi feito hoje pelo diretor do Conselho Econômico da Casa Branca, Larry Kudlow. Medida é uma promessa antiga do presidente Donald Trump

Estadão Conteúdo
12 de agosto de 2020 às 14:01

Casa Branca, em Washington, nos Estados Unidos: governo do país confirmou corte de impostos sobre folha de salários

Foto: Saul Loeb/AFP/Getty Images

O diretor do Conselho Econômico da Casa Branca, Larry Kudlow confirmou que o governo dos Estados Unidos vai anunciar cortes de impostos incidentes sobre a folha de salários no país. Mais cedo, o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, disse que estava se preparando para implementar a medida, uma promessa antiga do presidente Donald Trump.

Leia também:
Mourão volta a defender criação de imposto para compensar desoneração da folha

"Nós vamos ajudar as pessoas, ainda temos muitos desempregados. E vamos ajudar cortando imposto da folha", afirmou em entrevista à Fox Business. "Vamos aumentar a rede de segurança sempre que preciso for, com injeções temporárias de dinheiro na economia", completou.

Ele também fez críticas a Joe Biden, candidato de oposição à presidência dos Estados Unidos. "Se eleito, Biden vai aumentar impostos."

Larry Kudlow ainda elogiou o processo de reabertura da econômica nos EUA. "A economia americana já está entrando em um ritmo de recuperação autossustentável", disse na entrevista, defendendo reabertura de escolas e negócios, apesar do avanço galopante da covid-19 no país.

Por outro lado, o diretor do Conselho Econômico reforçou a necessidade de usar máscaras e adotar medidas de distanciamento social para conter a doença.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook