Bolsonaro nunca foi a favor das privatizações, diz Elena Landau

Economista diz que as privatizações sempre acontecem apesar da política e que Guedes perdeu tempo para apresentar propostas

Da CNN, em São Paulo
13 de agosto de 2020 às 00:01

Com a “debandada” da equipe econômica, surgiram dúvidas sobre qual seria a real adesão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao projeto liberal e privatista de Paulo Guedes. Para a economista Elena Landau, o plano do Ministério da Economia está dando errado por um motivo: o presidente nunca foi a favor das privatizações.

“O choque entre as promessas de campanha e a real ideologia de Bolsonaro impede o avanço das pautas liberais. Quando deputado, Bolsonaro ameaçou fuzilar FHC porque ia privatizar a Vale do Rio Doce.”

Landau avalia que Guedes perdeu no início de mandato do presidente - quando tinha amplo apoio de Bolsonaro e da sociedade - para apresentar reformas liberais “de fato”. Porém segundo ela, o ministro não trouxe nenhuma proposta de privatização. “O tempo passou e ele perdeu espaço.”

Leia também

'Respeitamos o teto de gastos e queremos responsabilidade fiscal', diz Bolsonaro

Governo e Congresso retomam debate por pacto federativo para remanejar Orçamento

Presidente do BB: Chega uma hora que você se dá conta de que nada vai acontecer

Sobre as manifestações de que a política estaria impedindo o avanço das reformas, ela relembra que as privatizações foram sempre aprovadas “apesar da política”, e que as pessoas que entram em Governo Federais deveriam estar cientes das pressões que iriam enfrentar.

“Resistência política faz parte, quem vai para o governo deve estar preparado para lidar com isso e tocar o programa. É preciso convicção e firmeza. Guedes e Salim Mattar entraram no governo dizendo que iriam fazer o que é bom e todos iriam obedecer. Não se faz política assim.”

(Edição de Diego Freire)