Governo chinês mantém taxa de juros e bolsas registram dia de quedas

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 1,3%, assim como o índice de Xangai

Da Reuters
20 de agosto de 2020 às 07:59

Foto: Toru Hanai/File Photo/Reuters

O mercado de ações de Xangai registrou sua maior queda em quatro semanas nesta quinta-feira (20) depois que a China manteve sua taxa de juros, enquanto as expectativas de mais apoio de política monetária de Pequim perderam força.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 1,3%, assim como o índice de Xangai, que marcou seu pior dia desde 24 de julho.

Leia também:
Apple atinge nova marca histórica, com valor de mercado de US$ 2 trilhões
Há economistas qualificados para assumir o lugar de Guedes, diz Moody's

O subíndice do setor financeiro do CSI300 recuou 1,3%, o setor imobiliário caiu 0,3% e o subíndice de saúde perdeu 0,8%.

A China manteve sua taxa básica de juros para empréstimos corporativos e residenciais, como esperado, pelo quarto mês consecutivo em sua reunião de agosto nesta quinta-feira.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,00%, a 22.880 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,54%, a 24.791 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,30%, a 3.363 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 1,30%, a 4.679 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 3,66%, a 2.274 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 3,26%, a 12.362 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,29%, a 2.527 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,77%, a 6.120 pontos.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook