O que são ETFs? Entenda como comprar diversas ações de uma só vez


Do CNN Brasil Business, em São Paulo
26 de agosto de 2020 às 07:25 | Atualizado 26 de agosto de 2020 às 12:53
Podcast O que eu faço

"O que eu faço?": CNN lança podcast para tirar dúvidas sobre investimentos em tempos de crise

Foto: Divulgação

Não é novidade para ninguém que os investimentos em renda variável têm registrado crescimento recordes nos últimos meses. Menor taxa de juro da história, pouca rentabilidade na renda fixa empurraram o brasileiro para a bolsa: mas com tantas opções de ações e fundos, como escolher a melhor? Os ETFs aparecem como uma opção de menor risco para os novatos.

Não quer dizer, no entanto, que apenas os iniciantes apostem nos ETFs e nem que o risco não seja alto. ETFs vem da sigla em inglês Exchange Traded Fund (ou fundos de índice negociados na bolsa, em tradução livre). Esse produto nada mais é que uma cesta de ações: ele replica os ganhos (ou perdas) de determinado índice.

Leia e ouça também:
Confira aqui todos os episódios do "O que eu faço?"

O mais conhecido e com maior liquidez na bolsa é o BOVA11, que traz aos investidores o retorno exatamente igual ao Índice Bovespa, que reúne as maiores empresas de capital aberto na B3 (B3SA3). Então, se o Ibovespa sobe 1% em um dia, o produto terá exatamente 1%.

“Do ponto de vista do investidor, é um único instrumento que traz uma carteira diversificada de diversos ativos”, diz Felipe Vaz Moreira, superintendente de produtos da Santander Corretora, em entrevista ao podcast.

Além do próprio BOVA11, Moreira indica outros dois para os investidores que querem ter uma carteira mais diversificada. Um deles é o IVVB11, que replica o sobe e desce do S&P 500, o principal índice da Bolsa de Nova York.

Porém, neste caso, é necessário ter um cuidado também com a volatilidade do dólar frente ao real. Se a moeda americana se desvaloriza frente ao real, por exemplo, a rentabilidade também diminui.

Além disso, o especialista também recomenda ter uma posição no IMAB11, que é um ETF que acompanha a rentabilidade de uma carteira teórica com títulos pós-fixados do Tesouro Nacional.

Entenda mais no novo episódio do podcast “O que eu faço?”, apresentado por Fernando Nakagawa, diretor do CNN Business, e pela âncora da CNN, Luciana Barreto.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook