Após arroz, laranja deve ser o novo 'pesadelo' de varejistas e consumidores

Produção da fruta foi uma das mais baixas em 10 anos por causa da estiagem em julho e agosto

Da CNN
11 de setembro de 2020 às 09:56

Depois do aumento no preço do arroz, o próximo pesadelo de varejistas e consumidores pode ser a laranja. A produção da fruta foi uma das mais baixas em 10 anos por causa da estiagem em julho e agosto (principalmente em São Paulo e Minas Gerais).

Segundo o levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a laranja pera, a mais consumida no país, ajudou a puxar a inflação de agosto, onde registrou alta de 14%. Na análise anual, o aumento foi de mais de 15%. 

Leia também:
Depois do arroz, governo estuda redução tarifária para soja e carne
Ainda veremos aumento no preço do arroz, afirma secretário de São Paulo

Preço da laranja sobe após queda histórica na produção devido à estiagem

Foto: Pixabay (25.fev.2017)

Além da falta de chuvas, que provocou um longo período de estiagem nas plantações, a alta demanda durante a pandemia também puxou para cima os preços da fruta no mercado.

De acordo com o Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus), associação que reúne produtores do setor, por ser rica em vitamina C, o consumo aumentou por conta da preocupação com o sistema imunológico.

(Edição: André Rigue)