Joseph Safra ultrapassa Lemann como o homem mais rico do Brasil, diz Forbes


Do CNN Brasil Business, em São Paulo*
18 de setembro de 2020 às 18:36 | Atualizado 21 de setembro de 2020 às 12:35

Jorge Paulo Lemann ficou para trás. Quem reina, atualmente, como o homem mais rico do Brasil é o banqueiro Joseh Safra, dono, obviamente, do Banco Safra. Ele chegou a uma fortuna de R$ 119 bilhões segundo o último levantamento realizado pela revista Forbes.

O sócio do 3G Capital, que é principal acionista de empresas como AB Inbev, Burger King e Kraft Heinz, tem uma fortuna avaliada em R$ 91 bilhões. Fechando o pódio está Eduardo Saverin, cofundador do Facebook, com uma fortuna avaliada em R$ 68 bilhões.

A empresária Luiza Trajano, presidente do conselho da Magazine Luiza (MGLU3), é a única mulher a estar na lista. Isso aconteceu muito graças às recentes valorizações da empresa na bolsa de valores. Segundo a Forbes, o patrimônio dela cresceu 181% em 2019 – o suficiente para se tornar a mulher mais rica do Brasil. 

Leia também:
Bezos, Gates, Zuckerberg: fortuna de bilionários dispara US$ 845 bi desde março
Bradesco diz sim ao home office e dará ajuda de custo de R$ 1 mil a colaborador

Joseph Safra

 

Foto: Renata Jubran/Estadão Conteúdo

A lista da Forbes Brasil deste ano traz 238 nomes, com fortunas originadas a partir de empreendimentos nos setores de bens de consumo, seguros, infraestrutura e logística, farmácias, aviação e transporte, educação e tecnologia, entre outros. São 33 nomes a mais em relação ao ranking do ano passado.

Esse aumento no número de bilionários teve um impulso da fabricante de motores Weg. São 10 novos bilionários ligados à empresa - os estreantes na lista herdaram participações acionárias deixadas pelos fundadores da empresa Werner Ricardo Voigt, Eggon João da Silva e Geraldo Werninghaus.

Também estreia na lista o investidor Alexandre Behring, apontado como o sexto mais rico do País, com fortuna de R$ 34 bilhões. Behring também é sócio da 3G Capital e presidente do conselho de administração da Kraft Heinz.

Outro que estreou diretamente no top 10 da lista é o empresário maranhense Ilson Mateus, presidente e maior acionista do Grupo Mateus, rede varejista com 137 lojas distribuídas no Nordeste. O grupo prevê abrir o capital na Bolsa em outubro, com expectativa de captação de mais de R$ 4 bilhões.

Veja quem são os dez primeiros colocados nesse ranking:

1º - Joseph Safra (setor financeiro) - Patrimônio: R$ 119 bilhões

2º - Jorge Paulo Lemann (Bebidas e investimentos) - Patrimônio: R$ 91 bilhões

3º- Eduardo Saverin (Investimentos/Internet) - Patrimônio: R$ 68 bilhões

4º - Marcel Telles (Bebidas e investimentos) - Patrimônio: R$ 54 bilhões

- Carlos Alberto Sicupira e família (Bebidas e investimentos) - Patrimônio: R$ 42,6 bilhões

6º - Alexandre Behring (Investimentos) - Patrimônio: R$ 34,3 bilhões

7º - André Esteves (Setor financeiro) - Patrimônio: R$ 24,9 bilhões

8º - Luiza Trajano (Varejo) - Patrimônio: R$ 24 bilhões

9º - Ilson Mateus (Varejo) - Patrimônio: R$ 20 bilhões

10º - Luciano Hang (Varejo) - Patrimônio: R$ 18,7 bilhões

(com informações de Estadão Conteúdo)

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook