Alibaba tem 'formiga' de US$ 35 bilhões: conheça a fintech que vai fazer IPO

Ant Financial deve captar cifra bilionária na oferta inicial de ações na bolsa de Xangai e de Hong Kong. Se o valor for confirmado, será o maior IPO do mundo

Natália Flach, do CNN Brasil Business, em São Paulo
22 de setembro de 2020 às 18:06 | Atualizado 22 de setembro de 2020 às 18:31
Ant Financial
Ant Financial: ferramenta de pagamento móvel da gigante de comércio eletrônico Alibaba
Foto: REUTERS/Shu Zhang

Uma 'formiga' maior do que um elefante. A fintech do e-commerce Alibaba, Ant Group (ou Grupo Formiga, em uma tradução literal), deve captar US$ 35 bilhões em sua oferta inicial (IPO, em inglês) nas bolsas de Xangai e de Hong Kong, de acordo com a Bloomberg.

Até então, a expectativa era de que fossem levantados US$ 30 bilhões. A diferença de US$ 5 bilhões não é desprezível: equivale ao valor de mercado das brasileiras CCR e Klabin.

O Ant pretende abrir seus números após o feriado do Dia Nacional da China, na primeira semana de outubro, e ser listada no final do mês que vem, disseram fontes à Reuters. No entanto, o cronograma ainda não foi finalizado e está sujeito a alterações.

Fato é que a estreia da fintech pode ser o maior IPO do mundo. Até então, a gigante do petróleo Saudi Aramco, da Arábia Saudita, lidera o ranking. Em dezembro do ano passado, a empresa captou US$ 29,4 bilhões. Antes dela, o recorde tinha sido do próprio Alibaba, em 2014, quando conseguiu levantar US$ 25 bilhões.

Leia também:
Por que a Ant, fintech do Alibaba, deve ter o maior IPO da história?
Grupo Mateus planeja levantar R$ 6,25 bilhões em IPO

Os números ainda não são oficiais, mas o Ant é o unicórnio – alcunha dada às startups que possuem valor de mercado acima de US$ 1 bilhão – mais valioso do mundo. Em sua última rodada de investimentos, ocorrida em 2018, a empresa foi avaliada em US$ 150 bilhões. Atualmente, se estima que a companhia valha US$ 200 bilhões.

Mas por que uma empresa de pagamentos é tão valiosa? Criada em 2003, a empresa foi lançada como uma ferramenta de pagamento móvel da gigante de comércio eletrônico – modelo que o Mercado Livre também possui com a sua ferramenta Mercado Pago.

Hoje, cerca de 54% de todo o comércio eletrônico chinês, passa pela plataforma. Em dólares, é o equivalente a US$ 7,6 trilhões por ano. 

E isso ajuda a inflar ainda mais o negócio do Alibaba, que segue superando as estimativas do mercado. A empresa fundada por Jack Ma anunciou que o seu faturamento foi de US$ 19,3 bilhões no segundo trimestre. O lucro da empresa mais do que dobrou. 

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook