Mercado Livre recebe R$ 400 milhões do Goldman para ampliar oferta de crédito

Foco é ampliar a concessão de empréstimo para capital de giro de pequenas e médias empresas (PMEs). O aporte foi feito na fintech Mercado Pago

Natália Flach, do CNN Brasil Business, em São Paulo
24 de setembro de 2020 às 16:05
Centro de distribuição do Mercado Livre em Cajamar: as ações subiam com a notícia
Foto: Divulgação

A fintech Mercado Pago, do Mercado Livre, recebeu um aporte de R$ 400 milhões do Goldman Sachs para ampliar a oferta de crédito para capital de giro de pequenos e médios negócios (PMEs). O investimento será feito por meio de fundo de investumento em direitos creditórios (Fidc).

As ações passaram a subir após o anúncio. Às 16h, os papéis da empresa subiam 1,8%.

Desde o início da operação de crédito, a fintech já concedeu mais de R$ 2,4 bilhões, gerando mais de 1 milhão de contratos de crédito para 500 mil pequenas e médias empresas que vendem no Mercado Livre ou usam soluções de pagamento do Mercado Pago.

Leia também:
Mercado Livre mais que triplica lucro líquido no 2º tri, a US$ 55,9 milhões
Vale e Petrobras ultrapassam Mercado Livre como mais valiosas da América Latina

“Não estamos somente promovendo a inclusão financeira, mas também proporcionando financiamento para os que desejam expandir seus negócios”, diz Martín de los Santos, vice-presidente sênior do Mercado Crédito.

De acordo com dados da companhia, apenas 18% dos pequenos negócios conseguiram tomar financiamento em meio à pandemia.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook