Streaming: 87% dos brasileiros veem vídeos e filmes em plataformas semanalmente


do CNN Brasil Business, em São Paulo
25 de setembro de 2020 às 12:45 | Atualizado 25 de setembro de 2020 às 17:51
Jogo de futebol na TV

Cerca de 77,2% dos respondentes entre 24 a 35 anos usam serviços de streaming

Foto: Gustavo Ferreira

Depois de um dia cheio de reuniões virtuais e cobranças por resultado, tudo o que você mais quer é se jogar no sofá e assistir a uma série ou um filme. Você e boa parte de seus vizinhos, familiares e colegas de trabalho...

De acordo com um levantamento feito pela Nielsen Brasil, em parceria com a Toluna, 42,8% dos brasileiros entrevistados veem streaming diariamente. Outros 43,9% consomem conteúdos dessa forma apenas uma vez por semana. Somente 2,5% não assistem de forma alguma.

A pesquisa, que considera o comportamento de 1.260 entrevistados das classes A, B e C ao longo de quatro semanas, apontou ainda que 73,5% usam plataformas como Netflix, Amazon e GloboPlay, enquanto 63,8% consomem conteúdo de sites como YouTube e Vimeo. Além disso, 61,5% veem TV aberta e 54,9% assistem à TV a cabo.

Leia também:
Apple 'imita' Amazon, faz pacote de streaming e irrita (muito) o Spotify
Microsoft e Sony preparam nova guerra no streaming, só que na área de games

A preferência aparece de acordo com a faixa etária. As plataformas de streaming são as queridinhas entre os jovens. Cerca de 77,2% dos entrevistados entre 24 e 35 anos usam esses serviços. Já a TV a cabo é a favorita entre os expectadores com mais de 56 anos (65,7%), enquanto a TV aberta é assistida por quem tem de 46 a 55 anos (62,9%).

Para acompanhar conteúdos de streaming, os brasileiros preferem as telas de TV (76,6%), seguidas pelos smartphones (64,8%) e pelos computadores (56,3%).

Segundo Renata Bendit, líder do time de Satisfação do Cliente na América Latina da Toluna, o
conforto de assistir aos conteúdos em uma tela grande ainda prevalece, mas o smartphone tem ganhado cada vez mais espaço na rotina.

“As pessoas também foram conquistadas pela facilidade de realizar atividades em seu dia a dia utilizando os aplicativos para smartphones – sejam eles para fazer compras, realizar um atendimento de telemedicina ou acessar os serviços de streaming de vídeo e de música. Os consumidores estão preferindo realizar essas operações em apps em vez de usar o acesso pelos sites”, afirmou.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook