Conheça os negócios de LeBron James, a maior estrela da NBA, fora das quadras


Matheus Prado, do CNN Brasil Business, em São Paulo
08 de outubro de 2020 às 05:00 | Atualizado 11 de outubro de 2020 às 23:16

Nas quadras, o sucesso de LeBron James é inegável. O craque do basquete tem quatro títulos da NBA, o último vencido neste domingo (11), contra o Miami Heat, três medalhas olímpicas e muitos outros prêmios individuais. 

A partir disso, veio também a compensação financeira. Apenas em salários recebidos durante os seus 17 anos como atleta profissional, LeBron já garantiu US$ 387 milhões pagos por Cleveland Cavaliers, Miami Heat e o próprio Lakers. 

Leia também:
Após rompimento com a Nike, Neymar assina contrato com a Puma
Universal Orlando Resort oferece 3 dias 'grátis' para atrair turista brasileiro
Startup de comida saudável, Liv Up antecipa tendências e cresce 120% na pandemia

lebron

A estrela LeBron James: atleta venceu a NBA pela quarta vez na carreira – e pelo terceiro time diferente

Foto: LA Lakers/Divulgação

Isso sem falar no seu contrato vitalício com a Nike, que segundo a ESPN americana pode alcançar a cifra de US$ 1 bilhão, e outros acordos de patrocínio com empresas como a Coca-Cola e a KIA. 

Com tantos recursos ao seu dispor, James vem fazendo vários investimentos nos últimos anos, e parece estar respeitando uma das regras de ouro do mercado: ele diversifica os seus aportes. Confira abaixo alguns dos negócios do “rei”, como o jogador é conhecido.

Blaze Pizza e Beats by Dre

Em 2015, como noticiou a Forbes, LeBron abandonou seu contrato publicitário com o McDonalds (ele ainda tinha US$ 15 milhões garantidos com a gigante do setor) e investiu US$ 1 milhão para apoiar a startup californiana Blaze Pizza, que tem como característica o forte apoio à sustentabilidade e, claro, pizzas com sabores customizáveis (uma espécie de Subway da pizza). Ele também assumiu o papel de garoto propaganda da marca.

A tacada foi certeira e, em 2017, a marca foi considerada pela consultoria Technomic a rede alimentícia com desenvolvimento mais rápido do mundo, saltando de duas lojas para 200 franquias em apenas quatro anos. Com isso, o investimento de James se multiplicou para US$ 25 milhões e 19 franquias da Blaze.

Antes disso, em 2008, ele já havia realizado empreitada parecida. Apoiou a Beats by Dre, empresa de fones de ouvido do rapper Dr. Dre, com seu dinheiro e imagem. Quando a companhia foi vendida por US$ 3 bilhões para a Apple, James levou, segundo a Bloomberg, mais de US$ 100 milhões.  

Liverpool

Em 2011, LeBron firmou contrato de marketing com a Fenway Sports Group, empresa dona do Boston Red Sox, equipe de baseball, e do Liverpool F.C., lendário time do futebol inglês. Para substituir um pagamento de US$ 6,5 milhões, recebeu 2% das ações da equipe britânica, que na altura vivia uma seca de títulos.

Coincidência ou não, os 'reds' conquistaram a Premier League, a Champions League e o Mundial de Clubes em um espaço de dois anos e, com isso, o valor de mercado do clube disparou para US$ 2,13 bilhões segundo estimativas da Forbes. Com isso, o valor dos papéis saltou para US$ 43 milhões.

SpringHill

Quando se tornou jogador do Los Angeles Lakers em 2018, James se aproximou ainda de uma indústria que sempre gostou, a do entretenimento. Mas ele não se satisfez com as oportunidades de aparecer na frente das câmeras de Hollywood: decidiu também entrar no consagrado ramo da produção.

Para isso, ele e seu sócio, Maverick Carter, levantaram US$ 100 milhões para fundar SpringHill Entertainment, empresa de mídia gestada dentro dos estúdios da Warner Brothers, na Califórnia. O primeiro filme da empreitada, uma sequência do clássico Space Jam, é produzido e protagonizado pelo astro e deve ser lançado em julho de 2021.

Uninterrupted

No mesmo setor, LeBron já havia criado, em 2014, a marca Uninterrupted. A empresa é um hub de conteúdo, com documentários, séries, podcasts, e tem como grande objetivo dar voz, sem interrupções, para atletas e outros profissionais que trabalham para melhorar suas comunidades.

Recebeu, segundo dados da ESPN, investimento de cerca de US$ 16 milhões para avançar com o projeto. Entre os produtos lançados, o documentário em oito partes “Mais que um atleta”, que conta sua jornada de Akron, no estado de Ohio, para o mundo, está disponível na ESPN+.

Klutch Sports

Em 2012, LeBron dispensou seus empresários e agentes para ser representado por outro de seus amigos de longa data, Rich Paul, que havia acabado de fundar a Klutch Sports. Hoje, a empresa conta com mais de 20 clientes. 

Neste caso, o atleta não é oficialmente sócio da operação por motivos legais, mas faz parte da empreitada ajudando a atrair grandes estrelas para a marca. Dados de 2019 da Forbes mostram que a empresa gere quase US$ 1 bilhão em contratos e já recebeu mais de US$ 30 milhões em comissões.

I Promise School

Com um discurso amplamente voltado para questões sociais durante a carreira, LeBron decidiu investir (inicialmente) mais de US$ 2 milhões no futuro de crianças em situação de risco em 2018. 

A "I Promise School", escola criada pela fundação do jogador em parceria com o sistema público de educação de Akron, Ohio, tem iniciativas como uniformes gratuitos, comida para os familiares dos alunos e bolsas para formandos na universidade local. 

O objetivo, segundo o próprio jogador, é evitar que outros jovens tenham as mesmas dificuldades que ele teve para conciliar a escola com realidades potencialmente instáveis em casa.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook