Arrecadação federal soma R$ 119,8 bi em setembro, 2º mês seguido de alta

No acumulado de janeiro a setembro, a arrecadação federal registrou queda real de 11,7%, com um total de R$ 1,026 trilhão

Anna Russi, do CNN Brasil Business, em Brasília
21 de outubro de 2020 às 15:08
Prédio do Ministério da Economia, em Brasília
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A arrecadação de impostos e contribuições federais somou um montante de R$ 119,825 bilhões em setembro. O valor representa uma alta real de 1,97%, ante o mesmo mês do ano passado. Foi o segundo mês consecutivo em que o recolhimento de tributos registrou crescimento real desde janeiro. Também foi o melhor resultado para meses de agosto desde 2014, quando somou R$ 122,554 bi.

Leia também:
Com banco digital, Caixa deve estrear na Bolsa nos próximos meses, diz Guedes
Entrada do Brasil na OCDE não está tão próxima, avaliam especialistas
Medidas para financiar Renda Cidadã contam com fim de abono e corte de salários

Os números foram divulgados pela Secretaria da Receita Federal nesta quarta-feira (21). Já no acumulado de janeiro a setembro, a arrecadação federal registrou queda real de 11,7%, com um total de R$ 1,026 Trilhão. Este é o pior valor para o período desde 2010, quando o resultado somou R$ 1,023 tri.

Em atualização

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook