Procon-SP notifica Apple sobre venda de iPhones sem carregador


Manuela Tecchio, do CNN Brasil Business, em São Paulo
29 de outubro de 2020 às 16:37 | Atualizado 30 de outubro de 2020 às 10:21

 O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP) notificou a Apple nesta semana sobre a venda de iPhones sem carregadores. O órgão regulador solicitou esclarecimentos sobre a motivação da gigante de tecnologia para a retirada do dispositivo da embalagem do celular.

No lançamento dos novos modelos do iPhone, no início do mês de outubro, a big tech já havia anunciado que os aparelhos viriam desacompanhados do carregador para reduzir o desperdício, por uma questão ambiental. Alguns meses antes, a companhia lançou um programa no qual se compromete a neutralizar emissões de carbono até 2030.

Mas quem adquirir um novo modelo do iPhone ou outro aparelho da família, precisará desembolsar mais US$ 19 pelo cabo, nos Estados Unidos, ou a partir de R$ 149 no Brasil. Os novos iPhones têm preços que vão de US$ 699 (iPhone 12 mini) até US$ 1099 (iPhone 12 Pro Max).

Leia também:
Tudo sobre o iPhone 12, que tem 5G e câmera boa, mas não vem com carregador
iPhone 12: falta do carregador não será o único desafio da Apple para as vendas

Também por isso, o Procon solicitou uma informação explícita sobre o custo dos carregadores, que são ofertados à parte pela companhia. Outro questionamento feito na notificação foi se existe alguma alternativa para que o consumidor consiga recarregar o aparelho e quais são elas. 

Além disso, o órgão pergunta como será oferecida a garantia do produto, quando celular e carregador forem adquiridos em datas distintas. Para responder a todos os questionamentos do Procon-SP, a Apple tinha o prazo de 72 horas a partir da última terça-feira (27).

Conforme informa a assessoria do Procon-SP, no entanto, a Apple solicitou mais prazo para a resposta, prática que é prevista na lei e comum, para que haja tempo de consultar a matriz, nos EUA. A nova data limite para a manifestação da gigante de tecnologia é o próximo dia 9/11.

Procurada pelo CNN Brasil Business, a Apple não quis comentar.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook