FCA inicia oferta de carros por assinatura mirando consumidor que está a pé

São oito carros da Fiat disponíveis para assinatura a partir de hoje: Argo, Nova Strada, Toro, Cronos, Grand Siena, Doblò, Fiorino e Ducato

Leonardo Guimarães, do CNN Brasil Business, em São Paulo
15 de janeiro de 2021 às 09:00 | Atualizado 15 de janeiro de 2021 às 17:57
Fiat Argo
Foto: Divulgação/Fiat

A Fiat anunciou em dezembro a criação de sua empresa de mobilidade, a Flua!. Nesta sexta-feira (15), a operação da nova companhia tem seu pontapé inicial e passa a ofertar a contratação de pacotes de assinatura de carros zero quilômetro – marco que o head de operações da Flua!, Fábio Siracusa, trata como uma espécie de revéillon: “2021 começa hoje para a gente”, disse, em entrevista ao CNN Brasil Business

O modelo é simples e bem parecido com o que já é ofertado por outras empresas: o consumidor paga uma mensalidade para ter o carro e se livrar de dores de cabeça e custos como manutenção, seguro, documentação e impostos. Os pacotes são de 12, 24 e 36 meses – então, esqueça a possibilidade de alugar um veículo para aquele bate e volta para a praia.

Na subsidiária da FCA, os preços começam em R$ 1.350 mensais para o uso de um Argo 1.0 por três anos. Na concorrência, os valores são mais baixos. Na Unidas, o mesmo pacote sai por R$ 1.219 mensais. A movida cobra R$ 1.236. 

Para o head da Flua!, porém, preço não é tudo. A empresa afirma que seu produto é o mais completo do mercado por oferecer um aplicativo onde o cliente faz suas solicitações. É o diferencial da nova companhia, ao lado da possibilidade de acrescentar opcionais ao veículo, segundo o executivo. 

“Nosso preço está bem alinhado com o mercado. Não é o mais barato, mas não é o mais caro”, disse Siracusa. 

Quem vai assinar?

A ideia da Flua! não é ir atrás de quem já tem carro e está satisfeito com o modelo tradicional, até porque suas irmãs mais velhas – Fiat e Jeep – já preenchem esse espaço no mercado. 

Os assinantes da nova subsidiária da FCA são pessoas que gostam de testar novidades e que geralmente não têm um carro. Antes do lançamento de hoje, a empresa mapeou cinco personas – personagens fictícios criados para representar tipos de consumidores –, todas têm em comum o desapego do sentimento de posse. 

Siracusa deixa bem claro que “a ideia desse produto não é convencer o cliente a migrar do modelo tradicional para o modelo de assinatura”. A Flua! entende que são clientes diferentes e a empresa está de olho no “novo consumidor”. 

Esse novo cliente já existe e enxerga o carro como serviço, segundo a companhia. Vem daí a confiança para criar uma empresa focada em assinatura. O mercado ainda é pequeno no Brasil, mas ficou claro que a FCA enxergou uma oportunidade de surfar essa onda – que ela espera não ser apenas uma marola. 

E as concessionárias? 

A operação que tem início hoje começa com 32 concessionárias em São Paulo e no Paraná como um projeto piloto que tem duração de seis meses. 

A FCA não contratou pessoas para atender o cliente que chega nessas lojas e quer a assinatura em vez da compra. Quem vai tratar com esse público são os vendedores que já estavam lá. 

Para a empresa, a presença da Flua! nessas concessionárias representa a oportunidade de atrair um público que já não frequenta os showrooms. E Siracusa garante que não há competição entre as partes: “o concessionário foi um parceiro importantíssimo na construção do projeto”. 

O plano de expansão já conta com a chegada da Flua em outros cinco estados ainda em 2021. 

Portfólio

São oito carros da Fiat disponíveis para assinatura a partir de hoje: Argo, Nova Strada, Toro, Cronos, Grand Siena, Doblò, Fiorino e Ducato. Da Jeep, estarão disponíveis o Renegade e o Compass. Colocando as diferentes versões na conta, são 17 opções no portfólio da Flua!. 

Esse portfólio vai crescer conforme os lançamentos acontecerem. A ideia é sempre colocar os carros novos no portfólio da empresa de mobilidade. 

A partir deste sábado (16), a FCA passa a integrar a Stellantis, fruto da fusão entre a italiana e a Peugeot Citroën. Siracusa disse que “o serviço de carro por assinatura é uma vertente importante da mobilidade sustentável, que é o eixo estratégico da fusão entre os grupos FCA e PSA para criação da Stellantis", mas não confirmou se os carros da Peugeot e da Citroën vão integrar o portfólio da Flua!.