P&G supera expectativas com lucro de US$ 3,85 bi no 2º trimestre fiscal

A gigante americana revelou ainda que as vendas avançaram 8% para US$ 19,745 bilhões

André Marinho, do Estadão Conteúdo
20 de janeiro de 2021 às 10:08 | Atualizado 20 de janeiro de 2021 às 11:39
P&G
Fachada de um dos escritórios da P&G no estado de São Paulo
Foto: Divulgação


A Procter & Gamble (P&G) informou, nesta quarta-feira (20), que registrou lucro líquido de US$ 3,85 bilhões no segundo trimestre fiscal de 2021, ou US$ 1,47 por ação, uma alta em relação aos US$ 3,72 bilhões e US$ 1,41 por ação em igual período do ano anterior.

Em termos ajustados, o ganho por cada papel da empresa ficou em US$ 1,64, superando expectativas de analistas consultados pela FactSet, que previam US$ 1,51.

 

A gigante americana revelou ainda que as vendas avançaram 8% na mesma base comparativa, para US$ 19,745 bilhões, enquanto a expectativa do mercado era de US$ 19,3 bilhões.

As vendas orgânicas, que excluem o impacto de mudanças na taxa de câmbio, também subiram 8%.

"Entregamos mais um resultado trimestral forte em todas as métricas importantes", destacou o CEO David Taylor. Após a divulgação do balanço, a ação da P&G avançava na bolsa de Nova York.