Entrada de dólares supera saída em US$ 2,797 bi em janeiro, diz BC

Entrada líquida de US$ 3,622 bilhões em janeiro, resultado de aportes no valor de US$ 42,050 bilhões e de retiradas no total de US$ 38,428 bilhões

Por Fabrício de Castro, do Estadão Conteúdo
03 de fevereiro de 2021 às 16:30
Fachada do Banco Central
Foto: Adriano Machado/Reuters

Depois de registrar saídas líquidas de US$ 8,353 bilhões em dezembro do ano passado, o país fechou janeiro com fluxo cambial positivo de US$ 2,797 bilhões, informou nesta quarta-feira (3), o Banco Central.

No canal financeiro, houve entrada líquida de US$ 3,622 bilhões em janeiro, resultado de aportes no valor de US$ 42,050 bilhões e de retiradas no total de US$ 38,428 bilhões.

Este segmento reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo ficou negativo em US$ 825 milhões, com importações de US$ 13,191 bilhões e exportações de US$ 12,366 bilhões.

Nas exportações, estão incluídos US$ 1,641 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 1,981 bilhão em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 8,744 bilhões em outras entradas.

Semanal

O fluxo cambial da semana passada (de 25 a 29 de janeiro) ficou negativo em US$ 570 milhões, informou o Banco Central.

O canal financeiro registrou na semana passada saída líquida de US$ 29 milhões. Isso foi resultado de aportes no valor de US$ 10,647 bilhões e de envios no total de US$ 10,676 bilhões.

No comércio exterior, o saldo ficou negativo em US$ 542 milhões no período, com importações de US$ 3,965 bilhões e exportações de US$ 3,424 bilhões.

]Nas exportações, estão incluídos US$ 370 milhões em ACC, US$ 655 milhões em PA e US$ 2,400 bilhões em outras entradas.