Aurora vai investir US$ 500 milhões em 2021

O objetivo é aumentar capacidade de produção de carne de frango, afirmou o presidente da cooperativa, Neivor Canton

da Reuters
10 de fevereiro de 2021 às 13:30
Aurora
Produtos da Aurora em supermercado no Rio de Janeiro (RJ)
Foto: Ricardo Moraes/Reuters

A terceira maior processadora de carne do país, Aurora, planeja investir 500 milhões de reais em 2021, principalmente para aumentar capacidade de produção de carne de frango, afirmou o presidente da cooperativa, Neivor Canton.

Segundo ele, a Aurora pretende expandir a capacidade de processamento de carne de frango em 20% em dois anos e está pedindo licenças para exportar mais carne suína e de frango para a China, esperando ter mais três fábricas autorizadas em breve.

 Antes a Cooperativa Central Aurora Alimentos, terceira maior indústria brasileira de carnes suína e de frango, registrou recorde de 14,6 bilhões de reais na receita operacional bruta obtida em 2020, alta de 33% impulsionada pelas exportações de proteínas para a China aliadas a um dólar valorizado.

Segundo balanço financeiro antecipado à Reuters, o desempenho das vendas externas foi considerado "excepcional", com aumento de 61,8% no faturamento de exportação e 23% no volume embarcado.

"As compras chineses de proteína animal no mercado mundial catapultaram as vendas da Aurora, potencializadas pela situação cambial... A China, sozinha, ficou com 40% das exportações totais da Cooperativa Central", afirmou a companhia em nota.

Com isso, a Aurora passou a responder por 17,5% das exportações de carnes suínas do Brasil e 6,6% de frango. Antes, o market share da cooperativa era de 16,8% e 6,4%, respectivamente.

A empresa disse que o grande desafio visto no ano em que surgiu a pandemia da Covid-19 foi manter a qualquer custo a produção de alimentos por se tratar de setor essencial.

Para a otimização das plantas industriais iniciou-se, em 2020, a jornada de trabalho de segunda a sábado, o que permitiu ampliar o volume de abate e processamento de suínos e aves.