Dólar sobe 0,5%, a R$ 5,44, e bolsa cai 1%, com preocupação fiscal no radar

Investidores acompanham as discussões em torno do auxílio emergencial e o impacto da prisão de deputado para andamento das pautas no Congresso

Natália Flach, do CNN Brasil Business, em São Paulo
18 de fevereiro de 2021 às 09:51 | Atualizado 18 de fevereiro de 2021 às 18:23
Investimentos
Investidor
Foto: Unsplash

Depois de abrir em queda, em linha com o movimento no exterior, o dólar passou a subir e fechou em alta de 0,48%, a R$ 5,44 na venda.

O Ibovespa também inverteu o movimento e passou a cair no fim da manhã, em linha com as bolsas no exterior. O principal índice acionário brasileiro encerrou o pregão desta quinta-feira (18) com queda de 0,96%, a 119.198,97 pontos. 

No radar dos investidores, estão as discussões em torno de mais gastos com auxílio emergencial para a população vulnerável. No plano doméstico, o pregão marcou a aguardada a estreia das ações da CSN Mineração.

Em outra frente, mais quatro empresas pediram registro para IPO na Bovespa, incluindo o grupo hospitalar Mater Dei, a financiadora de automóveis Rodobens, a fabricante de etanol de milho FS e a varejista online Privalia.

A temporada de resultados trimestrais teve sequência com a varejista Carrefour Brasil, enquanto os investidores aguardam os resultados da resseguradora IRB Brasil Re para esta noite.

De acordo com reportagem da CNN Brasil de Igor Gadelha, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), passou a manhã da quinta-feira (18) em conversas com integrantes do governo para tranquilizá-los sobre o impacto da crise envolvendo a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) nas votações do Congresso.

Além do encontro com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada, Lira conversou com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Segundo relatos, o ministro demonstrou preocupação de que a crise envolvendo Silveira afete a aprovação da agenda econômica.

No exterior

Nos Estados Unidos, os mercados acionários também tiveram um dia de quedas, com os investidores voltando a sair das empresas de tecnologia, enquanto uma alta inesperada nos pedidos de auxílio-desemprego destacava a frágil recuperação do mercado de trabalho nos Estados Unidos.

As ações de Apple, Microsoft, Tesla e Alphabet Inc recuaram entre 0,5% e 1,2%, pesando tanto no índice S&P 500 quanto no Nasdaq --este com forte participação de papéis de empresas do setor de tecnologia.

Segundo dados preliminares, o Dow Jones caiu 0,38%, para 31.494,32 pontos, o S&P 500 perdeu 0,44%, para 3.914,03 pontos, e o Nasdaq recuou 0,72%, para 13.865,36 pontos.

Com Reuters