Conta de luz mantém bandeira amarela em março, com custo extra, diz Aneel

Bandeira tarifária gera um custo adicional de R$ 1,343 a cada 100 kilowatts-hora consumidos

Luciano Costa, da Reuters
26 de fevereiro de 2021 às 20:18 | Atualizado 26 de fevereiro de 2021 às 20:30
Lâmpada sendo acendida
Lâmpadas
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

As contas de luz seguirão em março com a chamada bandeira tarifária no patamar amarelo, que gera um custo adicional de 1,343 real a cada 100 kilowatts-hora consumidos, disse nesta sexta-feira a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

 

A continuidade da bandeira amarela, já acionada em janeiro e fevereiro, ocorre em meio a níveis ainda reduzidos para esta época do ano nos reservatórios das hidrelétricas, principal fonte de geração do Brasil, acrescentou a Aneel.

O sistema de bandeiras resulta em custos extras para o consumidor quando sai do patamar verde para o amarelo ou vermelho, o que é definido pela Aneel de acordo com as condições de geração de energia no sistema.