Preços do petróleo caem antes de reunião da Opep+

A organização têm considerado manter seus cortes de produção em abril ao invés de elevar a oferta

Shadia Nasralla, da Reuters
04 de março de 2021 às 09:46 | Atualizado 04 de março de 2021 às 09:51
Barris de petróleo
Barris de petróleo
Foto: Instagram/ Reprodução

Os preços do petróleo recuavam nesta quinta-feira, antes de uma reunião entre a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e aliados para decidir sobre um eventual relaxamento de seus cortes de produção e depois de um salto recorde nos estoques de petróleo nos Estados Unidos devido à paralisação de refinarias no Texas.

O petróleo Brent recuava US$ 0,32, ou 0,5%, a US$ 63,75 por barril, às 8:44 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos caía US$ 0,31, ou 0,51%, a US$ 60,97 por barril.

A Opep e seus aliados, conhecidos em conjunto como Opep+, têm considerado manter seus cortes de produção em abril ao invés de elevar a oferta, disseram três fontes do grupo à Reuters, citando a fragilidade da recuperação da demanda por petróleo em meio à crise do coronavírus.

O mercado esperava que a Opep+ reduzisse os cortes em cerca de 500 mil barris por dia em abril e que a Arábia Saudita encerrasse um corte voluntário adicional de 1 milhão de barris por dia. A intenção dos sauditas, no entanto, ainda não está clara.

"Os preços recuaram à medida que duas questões relacionadas ficaram sem respostas", disseram analistas da corretora PVM, citando dúvidas sobre o nível de produção saudita e a oferta da Opep no restante do trimestre.